• 0
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14

Falando em Série | CASAL 20 (Hart to Hart) - 1979


Neste FALANDO EM SÉRIE vamos recordar do charmoso CASAL 20, sucesso nas telinhas da década de 80. Criada pelo escritor Best Seller Sidney Sheldon, produzido pela ABC, estrelado por Stephanie Powers (como Jennifer Hart) e Robert Wagner (como Jonathan Hart), com os carismáticos coadjuvantes Leonel Stander (mordomo Max) e seu cãozinho Freeway, foi uma das produções cujo sucesso influenciou todo o gênero de seriados policiais com casais como protagonistas. Ainda hoje a fórmula de romance e suspense policial tem gerado ótimas séries de TV. Acredito que o destaque maior ficava por conta da química do casal, dos valores familiares, do clima romântico e sofisticado que em nada prejudicavam as cenas de ação e aventura. Lembrou? Nunca tinha ouvido falar? Sem problema. Fique conosco e se aventure em mais esta gostosa nostalgia. Boa Leitura!

SINOPSE: 

Dono de um conglomerado de empresas, Jonathan Hart (Robert Wagner) encontrou em Jennifer (Stefanie Powers) o par ideal: alegre, bonita e assim como ele adorava deixar o trabalho de lado e de forma amadora investigar crimes, ajudando pessoas que necessitavam. Por isso o milionário Jonathan não pensou duas vezes antes de pedir a jornalista e escritora Jennifer em casamento. O casal era tão perfeito que Jonathan também brincava que escolheu Jennifer para não ter de mudar os monogramos da casa, já que ambos tinham as mesmas iniciais. A união dos dois criou um casal rico, charmoso, bem sucedido profissionalmente, que levava uma vida excitante morando numa mansão em Bervely Hills.

Junto com o casal Hart, morava o fiel e bem humorado mordomo Max, embora seu sobrenome seja um mistério, sabemos que o seu nome é “Maxwell”. Ele costumava chamar os patrões de “senhor e a senhora H” e não pensava duas vezes antes de ajudá-los em suas aventuras. Além de Max o casal 20 contava com a companhia do cachorrinho Freeway, que foi encontrado ao lado de uma rodovia e por isso recebeu esse nome.

O combustível do romance de Jonathan e Jennifer era a aventura e o interesse pelo perigo. Nas horas vagas eles trabalhavam como detetives por puro prazer. O apaixonado casal estava sempre viajando pelo mundo, frequentando lugares glamorosos e buscando fortes emoções ao investigar e solucionar os mais misteriosos e intrigantes crimes. Ao longo da série os Hart enfrentaram diversas ameaças, incluindo uma enfermeira que dizia ter tido um caso com Jonathan.


Título Original: Hart to Hart
País: EUA
Emissora original: ABC
Gênero: Policial
Transmissão original: 25 de agosto de 1979 - 22 de maio de 1984
Temporadas: 5 - 110 episódios com duração média de: 47 minutos.
Emissora no Brasil: Rede Globo, Manchete, TV Gazeta, Canal 21, TCM e Rede Brasil.
Criador: Sidney Sheldon
Roteirista: Tom Mankiewicz,
Produtor: Aaron Spelling
Companhia Produtora: Spelling-Goldberg Productions.
Narrador: Lionel Stander
Elenco:
  • Robert Wagner - Jonathan Hart (Dublador: André Filho)
  • Stefanie Powers - Jennifer Hart (Dubladora: Juraciara Diácovo)
  • Lionel Standar - Max (Dublador: Orlando Drummond)

Em 1993, o seriado retornou com o 1º longa de 2 horas, logo seguido de outros 8 tele-filmes, com o nome de “A Volta do Casal 20” (Hart to Hart – The New Generation). 

  • 1993 - Hart to Hart Returns - A Volta do Casal 20
  • 1994 - Home is Where the Hart Is Volta do Casal 20 - Lar Doce Lar
  • 1994 - Crimes of the Hart Casal 20 - Crimes do Coração
  • 1994 - Old Friends Never Die Casal 20 - Velhos Amigos são Para Sempre
  • 1995 - Secrets of the Hart Casal 20 - Segredos do Coração
  • 1995 - Two Harts in Three-Quarter Time Casal 20 - A Herança de Max
  • 1996 - Harts in High Season Casal 20 - A Alta Temporada
  • 1996 - Till Death Do Us Hart Casal 20 - Até que a Morte Nos Separe

Infelizmente, depois do 5º. Filme, Lionel Stander morre, foi feita uma homenagem ao Max, no 6º filme.


CURIOSIDADES:
  • No Brasil, a série Casal 20 primeiramente exibida pela Rede Globo a partir do dia 1º de maio de 1980. Sempre as terças-feiras, às 23h00.
  • Inicialmente a ABC havia cogitado o ator Cary Grant para viver o papel de Jonathan Hart. Porém, como ele já estava aposentado e não demonstrou interesse em voltar a filmar, decidiram por contratar o ator: Robert Wagner. 
  • Já para Jennifer Hart, os produtores sugeriram a esposa de Robert Wagner, a atriz Natalie Wood. Mas, ela recusou o papel, preferindo continuar se dedicando ao cinema. Logo, cogitaram as atrizes: Suzanne Pleshette e Lindsay Wagner (que já havia estrelado a série “A Mulher Biônica“. Com a recusa de ambas, Wagner sugeriu a atriz Stefanie Powers, com quem já havia trabalhado antes, para o elenco. 
  • Os dois, Robert Wagner e Stefanie Powers, já haviam estrelado individualmente outras série na TV. Robert Wagner viveu o personagem Alexander Mundy em “O Rei dos Ladrões” e Stefanie Powers tinha estrelado um spin-off da série “O Agente da U.N.C.L.E.“. Tratava-se de “A Garota da U.N.C.L.E.”, sobre uma agente secreta que trabalhava para uma agência multinacional de contra espionagem.
  • O cachorrinho Freeway, era da raça Löwchen, e tinha esse nome por ter sido encontrado ao lado de uma rodovia (freeway, em inglês). 
  • Apesar de só ter estreado no final da década de 1970, Casal 20 foi criada pelo escritor Sidney Sheldon nos anos de 1960. Com o título: "Double Twist", um projeto desenvolvido pela Screem Gems e oferecido para a rede CBS, que o recusou. Engavetado, o projeto foi resgatado por Leonard Goldberg, ex-diretor da Screen Gems, que tinha formado sociedade com Aaron Spelling para a produção de séries. Visto que Sheldon já estava fazendo sucesso com seus livros, ele não teria tempo para se dedicar à produção de Casal 20. Assim, o roteirista Tom Mankiewicz foi chamado para atualizar o projeto, que foi adquirido pela rede ABC. 
  • A série contou com a presença de muitos atores convidados. Astros como: Ray Milland, Roddy McDowall, Richard Davalos, Eva Gabor, Julie Newmar, Dorothy Lamour, Rossano Brazzi, Tippi Hendren e Adam West apareciam nas telas da série semanalmente.
  • A atriz June Allyson também fez participações especiais na série. Porém para ela, gravar o episódio tinha um gosto especial, já que a mansão onde eram gravadas as locações da série havia sido sua antiga residência nos tempos em que ela fora casada com o ator e direto Dick Powel, e onde criou seus dois filhos.
  • Em 1981, ambos os protagonistas viveram uma coincidência absurda, ambosficaram viúvos quase na mesma época. Em 16 de novembro o marido de Stefanie, o ator William Holden, morreu após bater a cabeça no chão ao cair durante uma bebedeira. Apenas 13 dias depois da morte de Holden, Natalie Wood, esposa de Wagner morreria afogada em um acidente de barco que até hoje levanta suspeitas.
  • Em 1984, a série foi cancelada. Contudo, entre os anos de 1993 e 1996, a dupla ainda protagonizou oito telefilmes onde repetiram o papel do casal Hart. Lionel Stander participou de alguns deles, mas o personagem Max foi morto no quinto filme, após a morte do ator na vida real.
  • Tanto Wagner como Stefanie continuam atuando, embora ela dedique a maior parte do seu tempo para seus trabalhos humanitários na África e na proteção animal. 
  • Antes de Casal 20, Robert Wagner também estrelou a série SWITCH - UM CASO DE POLICIA (1975) que passou aqui no Brasil pela TV Tupi e Stefanie Powers também se destacou na série CONTRAGOLPE (1976) que no Brasil chegou a ser exibida pela Globo e pela Record.
  • Recentemente, Robert Wagner pode ser visto na série NCIS como o pai do agente Dinozzo.
  • O grande trunfo da dublagem brasileira realizada para o seriado está na qualidade excepcional da dupla protagonista de dubladores. Juraciara Diácovo, então com 37 anos de idade, era conhecida na época principalmente pela extraordinária atuação em Cabaret onde fez a voz de Liza Minelli. André Filho de 34 anos, era a voz do Homem de Seis milhões de Dólares e tinha muito prestígio junto à Rede Globo.
  • A dublagem inicialmente iria para o estúdio Telecine e de cara Juraciara foi chamada para dar voz à Jennifer Hart. André Filho, na época possuía desentendimentos com a empresa, não aceitou o papel, mas a Globo, que fez questão da voz dele na interpretação de Jonathan Hart, optando por trocar o estúdio enviando a série para a Herbert Richers, onde finalmente André pôde realizar a dublagem.
  • Quando a última temporada da série foi dublada, Juraciara Diácovo não estava mais na Herbert Richers, dessa forma a voz de Jennifer Hart acabou recebendo a dublagem de Mônica Rossi.
  • À partir dos telefilmes, a voz de Robert Wagner passou a ser dublada por Luiz Feier Motta.
  • A vilã do filme piloto era a atriz Jill St John, a atual senhora Robert Wagner.


Gostou desta postagem???

Então junte-se a nós! Siga o nosso blog e junte-se a nós em nosso grupo no Facebook. 
Faça parte da família "Memória Magazine", inteiramente dedicada a relembrar coisas boas e curiosas do passado. Ajudando alguns a reviverem boas lembranças e outros a conhecer a origem do que se vê hoje nos quadrinhos, nas animações e nos filmes...

Talvez se interesse por estas outras postagens:


Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.