Falando em Série: O PODEROSO BENSON (Benson) 1979


O PODEROSO BENSON (Benson no original) foi uma série do tipo sitcom, sendo um spin-off da série "Tudo em Família" (Soap, 1977-1981), criada por Susan Harris para a rede ABC, foi exibida entre 1979 e 1986, mas só chegou no Brasil após o seu término, no ano de 1987. Na época a Rede Globo exibia, no final das tardes, a Sessão Comédia, na qual eram apresentadas várias séries de humor norte-americanas, e O Poderoso Benson era uma delas.
A história da série girava em torno do mordomo Benson DuBois, que trabalhava para a família Tate. Muito irônico, Benson despreza o patrão Chester, mas era muito querido pela sua esposa Jessica e seu filho Billy.



SINOPSE: A série contava as divertidas histórias do irônico mordomo Benson DuBois (Robert Guillaume) que depois de trabalhar durante anos para a rica família Tate, passa a trabalhar para o governador James Gatling, um viúvo e homem público correto e pacífico, porém, muito ingênuo. Benson, sendo uma pessoa muito inteligente e perspicaz, começa a se envolver nos assuntos de seu patrão a ponto de aconselhá-lo mesmo nos assuntos referentes a administração pública, acabando de certa forma ele mesmo governando em seu lugar. Além de agir como conselheiro, administrador pessoal, político e doméstico do governador, Benson também o ajuda na criação de sua única filha, a esperta Katie. A grande antagonista de Benson na casa era a governanta alemã Gretchen Kraus, que não concordava com o jeito pouco tradicional e intrometido do esperto mordomo. Mesmo com os assessores John Taylor e depois Clayton Endicott II lhe dando apoio, na hora de tomar decisões importantes era com Benson que o governador contava para aconselhá-lo. 

Emissora: ABC.
Emissora no Brasil: Rede Globo.
Transmissão Original: de 13 de setembro de 1979 a 19 de abril de 1986.
Duração: 24-25 minutos.
Temporadas: 7 (158 episódios).
Companhias Produtoras: Witt/Thomas/Harris Productions.

CURIOSIDADES:

  • Outros personagens que formavam a equipe do governador eram a secretária Denise e o assessor de imprensa Pete Downey que casam-se durante a série, quando Denise arruma um cargo na NASA. 
  • No decorrer da série, Benson cresce e passa de mordomo para diretor de orçamento do Estado e mais tarde vice-governador. Na temporada final, ele chega a se candidatar a governador concorrendo contra seu antigo patrão e amigo. O último capitulo mostrava Benson e Gatling assistindo a contagem dos votos, mas termina sem mostrar de fato quem ganhou deixando a resposta para imaginação do público. 
  • Na época correu um boato de que foram gravados tres finais para série; um com Benson como vencedor, outro com Gatling ganhando e um outro onde um terceiro candidato ganha, mas como os produtores não ficaram satisfeitos com nenhum dos três finais, nenhum foi ao ar;
  • Jerry Seinfeld participou do seriado como um entregador e comediante novato em uma das temporadas, mas foi convidado a sair do programa por diferenças criativas.
  • A série falava de temas polêmicos para a época, como infidelidade ou homossexualidade.
  • Robert Guillaume, por seu trabalho na série foi indicado a três globos de ouro e cinco vezes ao prêmio Emmy. Em 1985 ele tornou-se o primeiro ator negro a vencer o Emmy em um papel de protagonista.
  • Robert Guillaume (Benson), nasceu em Robert Peter Williams, em 30 de novembro de 1927, em St. Louis, Missouri.  O ator faleceu em 24 de outubro de 2017, aos 89 anos, vítima de complicações de um câncer na próstata.
  • O Estado que governavam nunca foi mencionado, deixando tudo dentro do terreno fictício.


Gostou desta postagem???
Então junte-se a nós! Siga o nosso blog e junte-se a nós em nosso grupo no Facebook. 

Faça parte da família "Memória Magazine", inteiramente dedicada a relembrar coisas boas e curiosas do passado. Ajudando alguns a reviverem boas lembranças e outros a conhecer a origem do que se vê hoje nos quadrinhos, nas animações e nos filmes...


Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.