Papo de Cinema: DAVID E BETSABÁ (David and Bathsheba) 1951

Neste PAPO DE CINEMA vamos trazer a MEMÓRIA mais um dos clássicos bíblicos da década de 50, DAVID E BETSABÁ de Henry King. Supostamente, baseado no Segundo Livro de Samuel, do Antigo Testamento, sobre os amores ilícitos do segundo rei de Israel. Apesar de não ser uma obra que realmente considerou a fidelidade ao texto bíblico como referência, ainda assim trás grandes atuações de Gregory Peck e Susan Hayward que dão vida aos personagens principais e surpreendem o público expondo uma trama densa e bastante atípica para os padrões épicos esperados. Na prática um filme muito bem produzido, dirigido e com ótimas atuações que merece ser resgatado, lembrado e apresentado as novas gerações. Boa Leitura!


SINOPSE: Há três mil anos atrás David de Belém (Gregory Peck) reinava sobre as tribos de Israel e os judeus estavam em guerra contra os amonitas, seus tradicionais inimigos. O exército do rei David, sob o comando de Joab (Dennis Hoey), acampou perto da cidade de Rabá, onde o inimigo se concentrava. Lá David conheceu Uriah (Kieron Moore), um destemido soldado que considerava lutar e até mesmo morrer pelo seu rei, a coisa mais importante do mundo. Logo David volta do campo de batalha, apesar dos combates ainda persistirem. Da janela do seu palácio ele vê uma bela mulher, que logo fica sabendo que é Betsabá (Susan Hayward), a mulher de Uriah. Ele ordena que ela vá cear com ele e David fica sabendo que, em 7 meses de casado, Uriah passou apenas 6 dias com Betsabá. David fica fortemente atraído por ela e é correspondido. Os dois se tornam amantes, mas estaé uma situação bem delicada, pois ela é adúltera e pelas leis hebraicas a mulher infiel deve morrer apedrejada. As pessoas mais próximas de David sabem da sua ligação com Betsabá, mas nada dizem. No entanto tal situação logo virá à tona, pois Betsabá está grávida. David então ordena que Uriah deixe a frente de batalha por um curto tempo, mas tempo suficiente para que passe a noite com Betsabá, pois assim o bebê que ela está esperando seria atribuído ao marido. Entretanto o plano não dá certo, pois Uriah foi dormir com os outros soldados, pois jurara só ficar com Betsabá quando o inimigo fosse vencido. David manda uma ordem para que Joab deixe Uriah morrer no campo de batalha, pois isto abrirá caminho para David possa relacionar abertamente com Betsabá. Uriah morre, mas isto acaba provocando a ira de Deus.

Título original: David and Bathsheba 
Produção: Twentieth Century Fox Film Corporation
Direção Henry King
Roteiro Philip Dunne
Produção: Darryl F. Zanuck; 
Música: Alfred Newman; 
Orquestração: Edward B. Powell; 
Fotografia: Leon Shamroy [cor por Technicolor]; 
Montagem: Barbara McLean; 
Direção Artística: Lyle R. Wheeler, George W. Davis; 
Cenários: Thomas Little, Paul S. Fox; 
Figurinos: Edward Stevenson; 
Caracterização: Ben Nye; 
Efeitos Visuais: Fred Sersen; 
Direção de Produção: Joseph C. Behm [não creditado].
Elenco
 - Gregory Peck (Rei David), 
 - Susan Hayward (Betsabé), 
 - Raymond Massey (Nataniel), 
 - Kieron Moore (Urias), 
 - James Robertson Justice (Abisai), 
 - Jayne Meadows (Mical, Esposa de David), 
 - John Sutton (Ira), 
 - Dennis Hoey (Joab), 
 - Gilbert Barnett (Absalão, 
 - Segundo Filho de David) [não creditado], 
 - Francis X. Bushman (Rei Saul) [não creditado], 
 - Lumsden Hare (Velho Pastor) [não creditado], 
 - Paula Morgan (Adúltera) [não creditado], 
 - Paul Newlan (Samuel) [não creditado], 
 - Leo B. Pessin (David como criança) [não creditado], 
 - Allan Stone (Amnon) [não creditado], 
 - Walter Talun (Golias) [não creditado], 
 - Gwen Verdon (Dançarina) [não creditado], 
 - Holmes Herbert (Jesse) [não creditado], 
 - George Zucco (Embaixador Egípcio) [não creditado]
Duração: 116 min.
Gênero: drama / ficção histórica / romance
Orçamento : US$ 2.17 milhões
Arrecadação : US$ 4,72 milhões
Estreia: 10 de Agosto de 1951 (EUA 


PRÊMIOS:
  • Bambi Awards - Melhor Ator Internacional - Gregory Peck (GANHADOR)
  • Prêmios do Directors Guild of America - Realização notável na direção de filmes - Henry King (INDICADO)
  • Prêmios Picturegoer - Melhor ator - Gregory Peck (INDICADO) - Melhor atriz - Susan Hayward (INDICADA)
Óscar 1952 - INDICAÇÕES: 
 - Melhor Direção de Arte – Colorida
 - Melhor Fotografia
 - Melhor Guarda-Roupa
 - Melhor Banda Sonora - comédia ou drama
 - Melhor Argumento

CURIOSIDADES

  • Este é o 3º de 6 filmes em que o diretor Henry King e o ator Gregory Peck trabalharam juntos. Os demais foram Almas em Chamas (1949), O Matador (1950), As Neves do Kilimanjaro (1952), Estigma da Crueldade (1948) e O Ídolo de Cristal (1949).
  • David e Betsabá faz parte dos filmes bíblicos de Hollywood durante a década de 1950 e 1960. Naquela época muitos estúdios decidiram investir em épicos. Assim, passaram a adaptar as histórias do livro sagrado em superproduções como Os Dez Mandamentos (1956), O Manto Sagrado (1953), O Rei dos Reis (1961) e Ben-Hur (1959).
  • Golias de Gate foi retratado por um lituano de 2.03 metros de altura lutador Walter Talun.
  • A produção do filme começou em 24 de novembro de 1950 e foi concluída em janeiro de 1951 (com algum material adicional filmado em fevereiro de 1951). O filme estreou na cidade de Nova York em 14 de agosto e estreou em Los Angeles em 30 de agosto, antes de estrear amplamente em setembro de 1951. 
  • O Filme foi rodado inteiramente em Nogales, Arizona .
  • David and Bathsheba foi o lançamento de maior sucesso da 20th Century Fox em 1951 e o terceiro filme de maior bilheteria daquele ano. 
  • O filme gerou protestos em Cingapura sobre o que a comunidade muçulmana considerou um retrato pouco lisonjeiro de David, considerado um profeta importante no Islã, como um hedonista suscetível a aberturas sexuais. 


Gostou desta postagem???
Então junte-se a nós! Siga o nosso blog e junte-se a nós em nosso grupo no Facebook. 

Faça parte da família "Memória Magazine", inteiramente dedicada a relembrar coisas boas e curiosas do passado. Ajudando alguns a reviverem boas lembranças e outros a conhecer a origem do que se vê hoje nos quadrinhos, nas animações e nos filmes... 

Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.