Falando em Série: ARNOLD (Diff'rent Strokes) 1978


Neste FALANDO EM SÉRIE vamos resgatar a MEMÓRIA de um seriado do tipo sitcom, produzido do final da década de 1970, até meados dos anos 1980. Apesar de ser humorístico em essência, tratou de diversos temas sérios, como: preconceito, discriminação, diferenças sociais, drogas, bullyng, entre outras questões. Pois é, hoje vamos lembrar da série: ARNOLD (Diff'rent Strokes, no original), também chamado de 'Minha Família É Uma Bagunça' e apesar de ter inciado na década de 70, só ficou conhecido no Brasil após passar a ser exibido pelo SBT durante a década de 2000. Lembrou? Não? Sem problema! Se aventure e aproveite mais essa gostosa nostalgia. Boa leitura!

SINOPSE: Arnold Jackson (Gary Coleman) e seu irmão mais velho Willis (Todd Bridges) moravam no Harlem com a família e amigos, até que perderam a mãe. Ela trabalhava na casa de um senhor rico que morava na Park Avenue, o senhor Phillip Drummond (Conrad Bain). Phillip morava com a filha Kimberly (Dana Plato) e resolve adotar Arnold e Willis, que agora começam a viver uma vida totalmente diferente, em um lugar que é o oposto de onde estavam acostumados, e acabam levando mais alegria para a vida dos Drummond.


Título: Diff'rent Strokes
Título no Brasil:"Branco & Negro" (Retro Channel); "Minha Família é uma Bagunça" (Nickelodeon) e "Arnold" (SBT). 
Gênero: Sitcom
Criada por:  Jeff Harris e Berni Kukoff
Emissora: NBC (1978-1985); ABC (1985-1986)
Transmissão original: 3 de novembro de 1978 - 7 de março de 1986
Episódios: 189 (8 temporadas)
Tema de abertura:"It's Takes Diff'rent Strokes", Gloria Loring & Al Burton (interpretado por Alan Thicke)
Diretor(es): Heberth Kenwith (1ª temp) e Gerren Keith
Produtor(es):
Howard Leeds (1ª temp)
Heberth Kenwith (1ª temp)
Martin Cohan (1-6ª temp)
Ben Starr (2-4ª temp)
Bruce Taylor (7ª temp)
Al Aidekman (8ª temp)
Richard Gurman (8ª temp)
Elenco: Conrad Bain, Gary Coleman, Todd Bridges, Dana Plato, Shavar Ross, Nikki Swassy, ​​Danny Cooksey, Charlotte Rae, Nedra Volz, Le Tari, Mary Jo Catlett, Dixie Carter, Mary Ann Mobley, Dody Goodman, Rosalind Chao, Janet Jackson, Steven Mond, Jason Hervey

Produzida entre o final da década de 1970, até meados dos anos 1980, foi um seriado marcante, principalmente por conseguir equilibrar o humor inato das sitcons com um pano de fundo forte de crítica social e ideológica. Os roteiros exploravam situações inusitadas na nova vida de dois (2) garotos negros e pobres que passam a viver num ambiente luxuoso com pessoas brancas. Entre questões de drogas, violência, desemprego, havia sempre o destaque para o combate ao preconceito inter-racial.


CURIOSIDADES

  • Durante a produção da série, o sucesso em torno do astro mirim o levaram a estrelar sua própria produção animada: "The Gary Coleman Show" (Andy, o anjinho da guarda, no Brasil), em 1981, pelos estúdios da Hanna-Barbera. Foram produzidos 17 episódios, distribuídos em 2 temporadas. Aqui no Brasil, foi apresentado pela saudosa Rede Manchete.  Dublado pela Herbert Richers, o personagem principal Andy Le Beau (Gary Coleman) recebeu a voz do dublador Henrique Ogalla.


  • Phillip Drummond é o único personagem a aparecer em todos os episódios da série. Arnold Jackson perdeu cinco episódios, dois da quarta temporada em 1981-82 ("First Day Blues" e "The Team") e três da sétima temporada em 1984-85 ("The Gymnasts", "Sam Adopts a Grandparent" e "Beisebol Blues").
  • No início da sua carreira, Janet Jackson fez uma participação especial no seriado como Charlene. Ela namorava o Willis e até cantou em um episódio. A personagem foi desaparecendo aos poucos, ao mesmo tempo em que Janet trabalhava em sua carreira musical.
  • Um personagem popular, abrangendo toda a execução do show, foi "The Gooch", um valentão notório na escola de Arnold. Mencionado pela primeira vez no episódio da primeira temporada "The Fight", que gira em torno de sua intimidação contra Arnold, ele é mencionado em vários episódios (e sua intimidação contra Arnold voltou a ser o centro de vários tramas), com as descrições de ocorrências de Arnold dele como um Um bruto corpulento e problemático, sempre procurando encrenca, mas não muito esperto. O personagem nunca apareceu na tela. Na sétima temporada, após anos perseguindo Arnold (e mais tarde Sam), o Gooch foi finalmente derrotado pela vizinha e estudante estrangeira de intercâmbio, Carmella.
  • Diff'rent Strokes também era conhecido por seus muitos "episódios muito especiais", mais notavelmente um episódio antidrogas ("The Reporter") que apresentava aprimeira-dama Nancy Reagan, que promoveu sua campanha "Just Say No "e" The Bicycle Man" , "um episódio de duas partes que estrelou Gordon Jump como um pedófilo que atrai Arnold e Duda para sua loja de bicicletas e tenta molestá-los. Outro episódio envolveu umvigarista (interpretado por Whitman Mayo ) se passando por parente de Arnold e Willis em uma tentativa de obter acesso à propriedade que foi deixada por um ex-vizinho.
  • A série ainda gerou um Spin-off: The Facts of Life (1979-1988), um spin-off de Diff'rent Strokes onde uma ex-governanta de Drummond, a Sra. Garrett, aceitou um emprego como governanta em um dormitório de meninas em Eastland.  
  • Em 2006, foi lançado o documentário: A História não Autorizada de Minha Família é uma Bagunça (Behind the Camera: The Unauthorized Story of Diff'rent Strokes) que relatava tanto o grande êxito da série, quanto o sucesso de seus personagens. No entanto, destacava que essa história não havia sido feita somente de alegrias, já que todas as crianças do elenco terminaram com graves problemas, o que inclui até a morte de um deles por overdose.  
  • Dana Plato (Kimberly) foi tirada da série quando ficou grávida em 1984, pois foi decidido que não faria nenhum sentido se adicionassem a gravidez ao roteiro. Depois do nascimento do seu filho, ela foi chamada novamente para algumas participações especiais.
  • Após o fim da série, Dana Plato posou para a Playboy pois ela estava indo a decadência, também apareceu em filmes softcore e chegou a protagonizar algumas peças teatrais, o que não foi suficiente para que sua carreira decolasse. Ela foi presa duas vezes (uma vez por assalto à mão armada e outra por falsificar uma prescrição para o remédio Valium). Em 1999, Dana infelizmente teve uma overdose de Vicodin, o acontecimento foi considerado como suicídio, pela quantidade de pílulas ingeridas, tanto Gary Coleman como Todd Bridges, que continuaram seus amigos pós a série, não acreditariam que Plato se suicidasse, e mais, que seu noivo na época e empresário de sua carreira, Robert Menchaca, não teria prestado socorro no período pré-morte de Dana.
  • Todd Bridges foi preso em 1994, depois de alegadamente roubar o carro BMW de alguém após uma discussão. Ele também tinha problemas com drogas ilegais há vários anos. Desde então, tem viajado por todo o E.U.A., para discutir os perigos do uso de drogas. Ele também Co-Estrelou como convidado regular em Everybody Hates Chris como Monk, um veterano militar do Vietnã , sobrinho do chefe do Chris, Doc.
  • Depois do fim do seriado, Coleman chegou a tentar suicídio por duas vezes. Gary ainda chegou a voltar à televisão anos mais tarde fazendo algumas aparições em Um Maluco no Pedaço , estrelado por Will Smith e também em Eu, a Patroa e as Crianças. Sem contar, que em 2003 ele ainda tentou ser governador do estado da Califórnia , mas perdeu a eleição para ... Arnold , Schwarzenegger.
  • Em 1989, Gary Coleman processou seus pais e seu ex-empresário por apropriação indevida de sua aposentadoria. Embora ele foi premiado com mais de $ 1.000.000 na decisão, ele declarou falência em 1999. Coleman foi acusado de agressão em 1998, depois ele socou uma mulher enquanto ele estava trabalhando como segurança em um shopping center. Em 2001, Coleman (ainda a trabalhar como guarda de segurança) foi filmado tentando parar um veículo de entrar no shopping. O motorista ridicularizou-o, e lançou a fita para ser difundida em numerosos programas de televisão. Em 2007, Coleman foi citado por conduta desordeira em Provo, Utah, por ter uma discussão "aquecida" com uma mulher. Coleman faleceu em 28 de maio de 2010 aos 42 anos devido a uma hemorragia intracraniana.


Gostou da postagem?
Então junte-se a nós! Siga nosso blog e faça parte de nosso grupo no Facebook. 

Junte-se a família "Memória Magazine", inteiramente dedicada a relembrar coisas boas e curiosas do passado. Ajudando alguns a reviverem boas lembranças e outros a conhecer a origem do que se vê hoje nos quadrinhos, nas animações e nos filmes...

Leias Também: 

Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.