FALANDO EM SÉRIE: "ALMOST HUMAN" - O NOME J J ABRAMS NÃO FOI O BASTANTE....


Não há dúvidas que após fazer séries como: Felicity; ALIAS; LOST; Fringe, o nome J J Abrams ganhou bastante força no mercado televisivo. ALIAS por exemplo acabou fazendo com que J J fosse convidado para escrever e dirigir um dos filmes da cine série MISSÃO IMPOSSÍVEL. A seguir foi convidado para revitalizar outra cine série, desta vez STAR TREK...


Diante disto J J Abrams resolveu criar uma franchise do próprio nome ligado a sua produtora BAD ROBOT. Assim, várias séries produzidas pela BAD ROBOT acabaram podendo usar o nome J J Abrams nos créditos, levando o público a crer que de fato era criação dele, quando na verdade muitas vezes ele nada fez para influenciar ou não o roteiro...Outras pessoas fazem isto, como por exemplo o escritor JAMES PATTERSON...


Uma das séries que usou o nome de J J para se auto promover foi "ALMOST HUMAN" (Quase Humano - em português), seu criador na verdade é J H Wyman. Trata-se de uma série que mistura elementos do gênero policial com a ficção cientifica. Os mais atenciosos que assistiram ou virão a assistir algum dia, notarão que a série 'bebe' um pouco da fonte "EU, ROBO", filme de 2004 estrelado por Will Smith. Mais a frente mostraremos as semelhanças...




A série teve apenas uma temporada com 13 episódios (2013/2014) e podemos dizer que, embora não fosse exatamente inédita em suas abordagens, apresentava um bom potencial de desenvolvimento. Porém, A BAD ROBOT e J J ABRAMS costumam produzir suas séries através do Canal FOX...Quem conhece o canal e já leu alguma de minhas matérias anteriores falando sobre séries canceladas, sabe que o maior inimigo de uma série distribuída/exibida pela FOX é a própria FOX!!! Vocês verão mais a frente...


A série se passa no ano 2048,  a tecnologia avança em uma velocidade impressionante, o problema é que junto com a evolução da tecnologia também cresceu o crime! Chegando ao número impressionante de 400% de aumento!! Claro, que a polícia começou a enfrentar graves problemas em combater o crime!


Os mal feitores estavam equipados com armas 'de ponta' e os policiais passaram a sofrer severas baixas.  Para solucionar o problema, foi estabelecido que cada policial só sairia acompanhado de um androide modelo de combate. O androide estava programado para calcular as chances de sucesso nas operações e preservar a vida dos policiais e a sua própria.


Em outras palavras, em uma ação a decisão de avançar ou abortar caberia ao androide, depois de sua avaliação da situação...O protagonista é o detetive John Kennex (Karl Urban, excelente escolha, apesar dele fazer o papel de Butcher já nesta série...), que não era exatamente cuidadoso em suas ações...




Aqui aparecem as semelhanças com "EU, ROBO". Quem assistiu deve se lembrar, que o personagem de Will Smith, tinha um problema com robos devido a um incidente do passado. Um carro caiu no mar, e ele foi tentar salvar os passageiros. Um deles era uma criança, quando ele estava prestes a pegá-la (ou assim pensava), um robot o puxou para fora d'água, porque segundo seus cálculos matemáticos ele morreria junto a criança. O robot só salvou aquele que era possível...Mas, o personagem de Will, não pensava assim...


Na série, o detetive Kennex estava em uma ação junto a um dos androides policiais e um grupo de policiais humanos. Só que tudo era uma armadilha para ele e seus homens. No meio do tiroteio o androide decidiu que seria melhor que saíssem, pois as chances matemáticas estavam contra eles. Kennex não concordou, pois queria salvar seu melhor amigo que estava ferido a pouca distância. O androide então saiu, abandonando-os. Houve uma explosão e somente Kennex sobreviveu...




No filme "EU, ROBO", o personagem de Will Smith perdeu a perna quando tentou salvar a menina e colocou em seu lugar uma perna robótica. Coisa que ele odiava, assim como odiava aos robos em geral...Na série, Kennex perdeu a perna na explosão e teve que colocar uma prótese sintética (robótica). Ele odiava a prótese e odiava ter de trabalhar com um androide, que era obrigatório por lei...


Como em "EU, ROBO", Kennex foi obrigado a trabalhar com um androide, mas não o tipo comum do esquadrão (representado pelo mesmo ator, que morreu várias vezes por sinal...). Foi-lhe designado (depois dele destruir o ultimo companheiro) um modelo DRN, que atendia pelo nome DORIAN (Michael Ealy) e que era um modelo mais antigo e desativado para o trabalho policial...



O modelo DRN tem problemas para lidar com algumas de suas próprias respostas emocionais, ele foi criado para estar o mais próximo possível dos humanos, dai o titulo "Quase Humano" (Almost Human). Kennex o escolheu e aceitou, justamente porque o androide apresentava problemas semelhantes aos deles em lidar com emoções...




Então, fica intrínseco que a dinâmica dos dois, seria de ódio no começo (pelo menos da parte de Kennex) e uma aproximação gradual dos dois ao trabalharem juntos...Mas, lembram-se que falamos que a FOX é inimiga de suas séries? Pois então! Os 13 episódios foram produzidos para serem exibidos em uma determinada ordem...


Nesta ordem, o relacionamento dos dois parceiros iria crescendo e melhorando aos poucos de uma forma harmoniosa...Mas a FOX, decidiu exibir os episódios em uma ordem...DIFERENTE!! Desta forma, em um episódio os dois estavam mais amigos, no episódio seguinte estavam as turras. No próximo episódio voltavam a ser mais íntimos, no seguinte o companheirismo 'azedava'...entenderam? 


Isto, e o fato da FOX não divulgar (de forma eficiente) suas séries, condenou o seriado em sua primeira temporada. Nem o nome J J ABRAMS conseguiu fazer com que o público (e a critica) aceitasse a série nestas condições...O resultado: CANCELAMENTO!!!






Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.