Papo de Cinema | O FEITIÇO DE ÁQUILA (Ladyhawke) - 1985

 


Desta vez o nosso PAPO DE CINEMA nos faz retornar ao animado ano de 1985, quando chegava às telas de cinema uma fantástica aventura sobre um casal amaldiçoado que só conseguiam se ver por um fugaz momento ao amanhecer e ao anoitecer, pois durante o dia ela era um falcão e a noite ele se tornava um lobo. Estamos falando do excelente “O FEITIÇO DE ÁQUILA (Ladyhawke)”.  Um filme exuberante com a marcante presença de três (3) grandes astros da época: Rutger Hawer, Mathew Broderick e Michelle Pfeiffer sob a "Super" direção do competente Richard Donner. Não perca mais tempo e se aventure nesta belíssima MEMÓRIA repleta de informações e curiosidades. Boa Leitura!

SINOPSE: Europa, século XIII. O Bispo de Áquila (John Wood) toma consciência que sua amada, a bela Isabeau (Michelle Pfeiffer), está apaixonada por Etienne Navarre (Rutger Hauer), um cavaleiro. Áquila fica possuído de raiva e ciúme e lança uma maldição sobre o casal: de dia ela sempre será um falcão e de noite Navarre toma a forma de um lobo, sendo que desta forma fica o casal impedido de se entregar um ao outro. Eles têm como único aliado Phillipe Gaston (Matthew Broderick), mais conhecido como Rato, que é o único prisioneiro que escapou das muralhas de Áquila.


TÍTULO: O FEITIÇO DE ÁQUILA
Título Original: Ladyhawke
País: EUA
Duração: 121 min.
Data de Lançamento: 29 de março de 1985
Gênero: Aventura/Fantasia/Romance
Direção: Richard Donner
Diretor de Fotografia: Vittorio Storaro
Roteiro: Edward Khmara (Michael Thomas, Tom Mankiewicz, David Webb Peoples)
Trilha Sonora: Andrew Powell (Composição) e Alan Parsons (Produção).
Elenco:
 - Matthew Broderick .... Phillipe Gaston, o Rato
 - Rutger Hauer .... capitão Etienne Navarre
 - Michelle Pfeiffer .... Isabeau d'Anjou
 - Leo McKern .... Imperius
 - John Wood .... Bispo de Áquila
 - Alfred Molina .... Cezar
 - Giancarlo Prete .... Fornac
 - Loris Loddi .... Jehan
 - Alessandro Serra .... sr. Pitou
 - Nicolina Papetti .... sra. Pitou
 - Charles Borromel .... prisioneiro insano
Produção: Richard Donner, Lauren Shuler Donner, Harvey Bernhard
Companhias Produtoras: 20Th Century Fox/Warner Bros
Orçamento: US$ 20 milhões
Bilheteria: US$ 18,4 milhões 

PREMIAÇÕES

OSCAR - 1986
 - Indicado nas categorias: 
Melhor Edição de Som 
Melhor Mixagem de Som

SATURN AWARD (Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films, EUA) - 1986
 - Ganhador do prêmio de Melhor Filme de Fantasia
 - Indicado nas categorias: 
Melhor Atriz (Michelle Pfeiffer) 
Melhor Música (Andrew Powell).

*** “Um filme muito belo, em que a reconstituição histórica particularmente bem tratada serve de suporte a uma exuberante história de amor dentro da linhagem das velhas lendas que se contavam antigamente nos contos de fada.”
                                                      Guide des Films de Jean Tulard
CURIOSIDADES:
  • O papel de Navarre fora primeiramente ofertado ao ator Kurt Russell, que desistiu um pouco antes do começo das filmagens, tendo sido escolhido, então, o ator holandês Rutger Hauer.
  • Em 2017, o grupo japonês JAM Project lançou o single "The Exceeder", da qual seu clipe faz uma sutil referência ao filme.
  • Quando Navarre (Rutger Hauer) entra na igreja para matar o Bispo, acontece o eclipse solar.(tempo de filme 01h44min49seg). Acontece que houve erro de continuidade, pois 02 (dois) dias antes, a caminho de Áquilla, durante a noite a lua estava cheia, e para acontecer um eclipse solar a lua deve estar na fase Nova e entre Lua Cheia e Lua Nova, aproximadamente passam-se 14 dias.
  • Filmado principalmente no norte da Itália por Vittorio Storaro, o cinegrafista vencedor do Oscar (''Apocalypse Now" e ''Reds''). Em Ladyhawke o prado alpino de Campo Imperatore-Abruzzo serviu como locação exterior proeminente, enquanto a cena do monge foi filmada na Rocca Calábria, uma fortaleza arruinada no topo de uma montanha. Na região de Emilia-Romagna, a aldeia de Castell'Arquato em Piacenza e o Castelo de Torrechiara em Parma (o castelo do filme) também foram usados. Outras localidades italianas usadas incluem Soncino na região de Lombardia, Belluno, na região do Vêneto e da região de Lácio em torno de Viterbo.
  • Richard Donner afirmou que estava ouvindo The Alan Parsons Project (no qual Powell colaborou) enquanto procurava por locações, e ficou incapaz de separar suas ideias visuais da música. Powell combinou música orquestrada tradicional e cantos gregorianos com material de rock contemporâneo progressivo-infundido, para efeito controverso. A trilha sonora tem sido citada como o exemplo mais memorável da tendência crescente entre os filmes de fantasia dos anos 80 de abandonarem as partituras exuberantes de compositores tais como John Williams e James Horner em favor de um som pop/rock moderno. A trilha sonora foi lançada em 1985 e relançada com faixas adicionais em 1995.
  • Ladyhawke foi o segundo filme da 20th Century Fox a ser co-produzido e co-realizado em parceria com a Warner Bros. (O primeiro filme foi o Inferno na Torre).

Gostou desta postagem???
Então junte-se a nós! Siga o nosso blog e junte-se a nós em nosso grupo no Facebook. 

Faça parte da família "Memória Magazine", inteiramente dedicada a relembrar coisas boas e curiosas do passado. Ajudando alguns a reviverem boas lembranças e outros a conhecer a origem do que se vê hoje nos quadrinhos, nas animações e nos filmes... 


Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.