DOSSIÊ SUPERGIRL - FATOS OBSCUROS - parte 2


E lá vamos nós com a continuação de nosso pequeno 'dossiê' sobre alguns fatos obscuros envolvendo Supergirl que talvez você não soubesse. Em nossa primeira postagem não tínhamos uma imagem de Steaky (o gatinho de Supergirl), mas desta vez temos e colocaremos no final da matéria...

É possível que não tenhamos um fato tão chocante quanto ela namorar o próprio cavalo de estimação...Como? Não sabe do que estamos falando? Não tem problema basta clicar aqui...Como dizíamos, embora não tenhamos um fato tão...diferente, temos outros que talvez você não saiba, não se lembre, ou que só confirma o que você já estava sabendo.

Então lá vamos...

O que talvez você não soubesse sobre Supergirl...

8 - Ela lutou contra versões cyborgs de seus pais...

Estávamos então em 2016, a DC reformulou novamente a personagem ao lançar a linha "Renasce". Renegando o que havia feito em 'Novos 52', a DC traz uma nova origem para Kara. Desta vez seus pais adotivos são agentes do DEO, devido a isto Kara passa a ter o sobrenome Denvers. Assim, alem de enfrentar os problemas do ensino médio, Kara Denvers também combate o crime ao lado do DEO.

É quando surge seu verdadeiro pai, até então supostamente morto. Obviamente o suposto pai era na verdade um ciborgue. Acontece que Zor-El havia usado a tecnologia kryptoniana para transformar os cidadãos de Argos em ciborgues (!). Para piorar as coisas, estes ciborgues necessitavam 'sugar' a energia humana para se manterem vivos. 

O 'ciborgue super homem', como Zor-El era chamado, não conseguia ver como isto era errado e a mãe ciborgue de Kara quase mata a mãe adotiva dela. Claro que isto foi demais para Kara Denvers, ainda adolescente, lidar. E o conflito foi inevitável...

9 - Ela teve um 'rolo' com Lex Luthor!!

Esta é quase tão chocante quanto ela namorar o próprio cavalo...mas calma pessoal! Estamos nos referindo a Matrix Supergirl...Em um universo paralelo, Lex queria uma mulher que se parecesse com Lana Lang e tivesse os poderes do Super Homem. Usando a tecnologia de 'matriz protoplasmática' (inteligência artificial), ele a criou. Como era de se esperar, ela acaba aqui no 'universo convencional' e Superman e os Kents a tomam sob seus cuidados. 

Para sua surpresa eles ficam sabendo que ela namorava Luthor em seu universo. Bem, todos nós conhecemos Luthor e dificilmente ele seria um bom namorado. Mas apesar dos argumentos do Super, Matriz decide ir morar com Lex...Mas, não por muito tempo! Luthor sempre tem uma 'agenda escondida', e neste caso era a clonagem da Matriz Supergirl. Havia centenas dela, isto foi demais para Matriz e ela da uma surra no 'pobre' Lex Luthor...Rapazes: se estiverem clonando suas garotas, não exagerem....

10 - Ela morreu!!


Já mencionamos em outro item de nosso dossiê um arco intitulado "Crise'. O nome completo era 'Crise nas Infinitas Terras', nele a DC queria unificar os diversos universos que foram criados durante os anos. E neste universo Supergirl precisava morrer para que Super Homem fosse o mais forte e mais uma vez o único sobrevivente de Krypton. E assim Supergirl morreu no final do arco junto com o Flash...

Para compensar os roteirista dramatizaram a morte de Kara. Ela se sacrifica tentando proteger o primo das rajadas explosivas do Anti-Monitor. Aumentando ainda mais o drama, ela morre nos braços de Superman dizendo que o ama. Seu sacrifício não foi em vão. As Terras são salvas, mas o Super fica devastado. A cena ficou marcada nos quadrinhos, e nós ficamos sem Supergirl por quase uma década....

11 - Ela se sacrifica de novo (!) como Cir-El para salvar Lois...


A DC assim como a Marvel, sempre publicou histórias com os personagens abordados de uma forma diferente ou com outra identidade. Na época pós-Crise (e mesmo antes) Supergirl adotou formas alternativas, uma delas foi Cir-El. Ela não é nossa Kara Zor-El, mas quando ela chega a Terra assume o nome Supergirl. Ela vem de um futuro pós-apocalíptico para encontrar seu pai: Superman (!!).

Claro que o Super e Lois ficam surpresos, e eventualmente a aceitam como tal, ela até luta ao lado de Superman. Mas, e tem sempre um mas, um exame mais profundo e completo revela que ela não é totalmente kryptoniana  (como filha de Lois não poderia ser mesmo). O exame revela o que ninguém queria: ela é uma criação de Brainiac com falsas memórias e DNA enxertado...Seu objetivo (de Brainiac) é derrotar Superman e matar Lois Lane. 

Para impedir isto Cir-El entra num portal do tempo para impedir a si mesma de existir, frustrando os planos de Brainiac....Com certeza, Supergirl tem um 'carma' carregado!! 

12 - Seu clone era uma assassina!

Aqui saímos momentaneamente dos quadrinhos e vamos para as animações. Kara é introduzida nas animações em 1998 na série do "Superman". Depois ela aparece em "Batman" e 'Liga da Justiça". E é em 'Liga da Justiça Sem Limites" (excelente) que Kara começa a ter sonhos de incinerar pessoas...

Intrigada (e assustada) com estes sonhos ela procura os Laboratórios STARS, só para descobrir mais uma vez que alguém resolveu fazer um clone dela (isto não funcionou bem com Luthor). O clone se chamava Galatea, e tem uma incrivel semelhança com ela (óbvio, é um clone! Embora no filme do cinema da década de 70 o clone de Super Homem não se parecesse em nada com ele).

Mas a diferença entre as duas estava no desejo de matar pessoas que Galatea nutria. O resultado não poderia ser outro: houve um combate mortal entre as duas. E Supergirl elimina seu clone através da eletrocussão...Matar a si mesma, sem dúvida é algo bem obscuro....

13 - Ela se envenenou para deter H'EL...


Quando Superman foi criado um de seus maiores dramas era ser o último de sua espécie, o único sobrevivente de seu planeta. Mas, com o passar dos anos foram aparecendo outros vindos da Zona Fantasma, dos confins do espaço e do próprio Krypton. H'EL se enquadra no último caso. Ele foi enviado por Jor-El para a Terra antes da destruição de Krypton (pensei que só havia tempo e meios para salvar um, mas....).

Mais uma vez, um pequeno problema acabou por fazer com que H'El chegasse a Terra sómente após Kar-El (e Kara, pelo jeito). H'El decide então salvar Krypton e tenta recrutar Super Homem e Supergirl, mas claro que seu plano envolvia viagem no tempo, e pior: envolvia também destruir a Terra (o que estes aliens tem conta nosso planeta?).

Evidentemente, nem Kar-El e nem Kara  aceitam estes termos e partem para impedi-lo. Em certo momento H'El diz a Kara que ela deve escolher entre Krypton e a Terra...A escolha foi esfáquea-lo com um punhal feito de um fragmento de kryptonita. Isto detem o vilão mas a envenena no processo...

Aqui precisamos destacar alguns pontos: primeiro, que Kara não tem muito escrúpulo em matar se for preciso (ao contrário de super, até o filme de Snyder....); segundo: o que os roteiristas tem contra Supergirl?

14 - Ela se jogou no Sol...

Lembram-se do último item do dossiê na primeira parte da postagem? Lá dizia que ela havia sido membro dos Lanternas Vermelhos e também dissemos que ela não tinha como sair por não conseguir tirar o anel sem morrer. Isto porque tem aquela história do anel se fundir ao coração e todo mundo precisa dele para viver, certo?

Enquanto o restante da tropa dos lanternas vermelhos lidava com Atrocitus (seu lider original), Supergirl voava de volta para a Terra quando foi atacada por um 'Worldkiller'. Para variar 'Worldkillers' foi uma criação kryptoniana que alterava geneticamente espécies exoticas. Como notaram que eles eram incontroláveis e um perigo para a própria Krypton, resolveram parar os experimentos e destruir os remanescentes, porem 5 escaparam. 

Um deles encontrou-se com Kara quando ela se dirigia a Terra. E era um que tinha a habilidade de possuir o corpo do hospedeiro e usar seus poderes. Kara o enfrentou ferozmente (ainda mais com um anel vermelho!), mas ao perceber que não conseguiria vence-lo se envenenou com kryptonita (mas de novo!! Roteiristas! Vamos criar novas idéias!!) e se lançou no Sol. 

O que foi muito bom, pois: 1) ela conseguiu destruir o Worldkiller; 2) conseguiu se livrar do anel vermelho (foi destruído); 3) descobriu (junto conosco) que ela é imortal (peraí: este negócio de imortal não é mania da Marvel agora??)!

15 - Ela tem...um lado negro!!


Como o dossiê trata de fatos obscuros sobre Supergirl, não poderíamos deixar de fora: DARK SUPERGIRL! Em 2005, Lex Luthor novamente volta sua atenção para Supergirl e seu alterego Kara. Ele se utiliza então de kriptonita negra (a kryptonita esta igual ao espectro de cores dos Lanternas. Já existem 'trocentas' delas) para explodir Kara, só que o resultado não é o esperado....

Ao invés de destruir Kara, a explosão faz surgir de dentro de Kara sua metade negra, uma Supergirl maligna, sem código moral e estranhamente com a determinação de matar Superman...Mas a coisa se complica ainda mais: a outra metade de Kara, a Kara verdadeira se recupera e agora vai ter de enfrentar sua 'metade perdida'. 

Com a ajuda da Mulher Maravilha e seu laço mágico, o "Laço da Verdade", as duas metades são reunidas novamente...Mas a coisa ainda não terminou! Entra em cena o Doutor Destino que diz que Kara sofreu 'um severo trauma psicológico reverso' (ufa!), e sua metade maligna é a manifestação disto. 

A Supergirl maligna só foi derrotada quando Supergirl finalmente se perdoa por ter sobrevivido a destruição de Krypton (Super Homem nunca teve este problema...). 

Para encerrar...

Este último item de nosso dossiê é totalmente compreensível. Supergirl realmente não poderia ficar sem algum tipo de trauma. Namorou um cavalo, que era seu cavalo de estimação. Depois, namorou um cavalo de cara ,quer dizer, um cara abusivo. Teve um caso com Luthor. Viu o pai morrer várias vezes e em algumas a mãe também. Morreu varias vezes. Foi envenenada por kryptonita e por anel vermelho. Ninguém aguentaria isto!

Por esta razão vamos encerrar com uma cena singela de Supergirl e seu gatinho Steaky...




Convite:

Se você gostou desta matéria e gosta de matérias deste tipo, curta nosso blog e venha fazer parte de nosso grupo no face. O objetivo é relembrarmos produções que acompanharam nossa infância, nossa adolescência e talvez nos acompanhem até agora e tenhamos vontade de rever ou relembrar. 
VENHA! Curta e participe de nossa pagina: MEMÓRIA MAGAZINE  e faça parte de nosso grupo: MEMÓRIA NERD



Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.