DOSSIÊ SUPERGIRL - FATOS OBSCUROS - parte 1



Com certeza muitos de vocês são leitores mais assíduos e procuram saber tudo sobre seu herói ou sua heroína predileto/predileta, por isto talvez as informações contidas neste pequeno 'dossiê' não sejam novidade. Mas, existem outros leitores mais distraídos, como eu mesmo, que podem ter deixado escapar alguns dos fatos que consideraremos.

Durante muitos anos procurou-se uma versão feminina para o Super Homem, mas finalmente em 1959 na revista 'Action Comics # 252', apareceu Kara Zor-El, prima de Super Homem que também escapou do planeta Krypton. A personagem se tornou um sucesso especialmente após meados de 1961, quando começou a aparecer em aventuras solo na 'Action Comics'. 

Muitos fãs estão descobrindo a personagem sómente agora por causa da série de TV, atualmente no canal CW. Assim é possível que muitos destes (e alguns leitores mais velhos), não saibam de alguns fatos que vamos expor a partir de agora.


O que talvez você não soubesse sobre a SuperGirl...

1) Ela liderou as Fúrias de Darseid!


Em 2005 a revista 'Batman e Super Homem' publicou uma história com uma nova origem para a SuperGirl. Nela ela cai no porto de Gotham e Batman a resgata, porém antes que possa fazer alguma coisa as Amazonas a raptam e a levam para treinamento em Themyscera (ela não tinha controle sobre os poderes). 

Mas, em Themyscera, Supergirl é novamente raptada, desta vez por Darkseid, que precisava de uma lider para seu grupo militar feminino as Fúrias. Darkseid aproveita que Supergirl ainda esta um tanto debilitada pela recem chegada a nosso planeta e lhe faz uma lavagem cerebral.

Claro que Super Homem não podia deixar isto passar em branco e partiu para o resgate. Mas, surpresa! O Super quase é derrotado pela garota! Ele então decide usar kryptonita verde contra ela, mas graças as habilidades de Batman em negociação (espalhou bombas por toda Apokolips), eles recuperam Kara. Não foi um começo promissor...

2) Ela namorou o próprio cavalo de estimação!!


Por esta você não esperava! Mas, veja bem. Era a década de 60, não haviam aplicativos que o ajudassem a encontrar o amor. Ele simplesmente surgia de lugares inesperados...Tudo bem! Me deixem explicar!

O cavalo de Supergirl, Cometa (seu nome), era originalmente um centauro na Grécia antiga (não sei se está melhorando), que deu o azar de cruzar com Circe (aquela mesmo, de Ulisses), que o transformou em um cavalo com super poderes (!!). 

Depois de algumas aventuras com Supergirl, um outro feitiço (mas que coisa!) possibilitou que ele se transformasse em um humano, mas, somente se um cometa estivesse passando pelo sistema solar em que ele estivesse (sorte que ele estava nos quadrinhos!). Como humano seu nome era 'Bronco' Bill Starr (cá para nós: péssimo!), e Supergirl gostou do que viu, e começaram um relacionamento, que terminou até o final da década...

3) Sente-se responsável pela destruição de Nova Krypton...


Qual o problema dos 'supers' com seus planetas? Bem, estamos no pós-crise (Crise foi uma mega história da DC que eliminou as diversas terras paralelas, afim de acabar com a confusão que reinava. Porém não conseguiu...) surge o "Projeto 7734", que tinha como objetivo eliminar ameaças extra-terrestres. Seu lider era o General Samuel Lane (pai de Lois). 

Os cientistas de Kandor (a cidade na garrafa...coisa de Brainiac) descobriram um modo de criar um novo planeta, e claro criaram Nova Krypton que se localizava no lado oposto da Terra em relação ao sistema solar. Supergirl tem um encontro pouco amigável com Reactron (ele queria matá-la) e após derrotá-lo, o leva para ser julgado em Nova Krypton. 

O que era justamente o que o 'Projeto 7734' queria. Reactron faz o que faz de melhor: explode! Matando a mãe de Kara, Alura, e destruindo o planeta todo...Agora Supergirl carrega o peso de ter levado o vilão para lá e matado sua mãe e o resto dos habitantes de Nova Krypton....pelo menos até a próxima reformulação da DC!

4) Ela encontrou o bebê Karl-El...morto!


É parece que Supergirl carrega mesmo uma sina! Estamos agora na série de histórias da linha 'Elseworlds' (Outros Mundos), onde se mostra universos paralelos em que os heróis são diferentes de sua versão oficial ou sequer chegaram a existir. No nosso caso, Bruce Wayne e Karl-El não chegaram a idade adulta. Assim Batgirl e Supergirl é que são as heroínas da cidade...

O Coringa raptou Lex Luthor, um grande humanitário neste universo...pelo menos na fachada, porque na realidade ele é a mesma coisa do universo oficial. Supergirl vai vasculhar os laboratórios secretos de Luthor, e descobre os restos do bebê Karl-El, que lógico, Luthor usava para experimentos. Supergirl fica furiosa, mas se contem, derrubando Luthor com um soco, mas mantendo-o  vivo. Depois disto, haja terapeuta para a garota...

5) Ela viu seu pai ser morto!


Parece que na DC Comics os pais não estão seguros. O caso mais famoso obviamente é o de Bruce Wayne, mas o 'carma' de Supergirl é terrível. Toda vez que há a possibilidade (nas reformulações) de seus pais estarem vivos, ela vê um deles ou os dois serem mortos!

No caso de Supergirl parece que na maioria das vezes ela ve o pai ser morto. Assim, chegamos ao "Novos 52", na história Kara encontra uma mensagem de seu pai que ele havia deixado para ela em uma 'pedra solar' (aqueles cristais que vivem aparecendo nos filmes e séries do super e na séria DA super...). 

Na mensagem o pai lhe dizia que aquilo era tudo que restava da história e das realizações cientificas de Krypton. A seguir Kara testemunha a morte do pai e a pedra se desintegra. A dor de Kara é tão grande que acaba atraindo Reign, que com certeza piora ainda mais o dia...

6) Ela tinha um namorado abusivo!


Em 2007, parece que finalmente Supergirl vai superar o namorado cavalo, mais ou menos...O novo interesse amoroso de Supergirl era um rapaz chamado 'Power Boy'. Acontece que o carinha tinha uma história pregressa um tanto complicada, ele foi criado em Apokolips, sob o domínio de Darkseid (ele outra vez...). Obviamente sofreu abusos e foi criado para ser uma arma.

Quando Supergirl vai ao hospital visitar Owen Mercer (também conhecido como o segundo Capitão Bumerang) ao invés de ir a um encontro com ele, Power Boy fica louco de ciumes. Em vez de conversar sobre o assunto ele ataca Supergirl fisicamente. Depois confessa estar obcecado por ela como uma espécie de desculpas, mas parece que não funcionou porque Supergirl o acerta com o joelho nos 'países baixos'.....e mais um relacionamento terminado. 

7) Ela foi uma Lanterna Vermelha!


Como sabemos os aneis vermelhos são atraídos pela raiva. Eles transformam o portador do anel em alguèm poderoso, porém cobra um preço: o anel substitui o coração do portador. A raiva envenena o sangue e até mesmo pode sair da boca do hospedeiro como um tipo de ataque. Mas, e se o hospedeiro já for alguém extremamente poderoso?

Foi o que aconteceu com Kara, num momento sombrio de sua vida Supergirl acaba atraindo um dos aneis vermelhos, Foi necessário vários Lanternas para subjugá-la e ela aceitou se juntar a eles. Mesmo porque ela não poderia tirar simplesmente o anel pois isto a mataria, ou seja, sem muita escolha. Durante o arco de histórias, Supergirl teve de aprender a lidar com vários de seus problemas e também aprender a como refinar o uso de sua raiva.

Chegamos aqui ao final da primeira parte de nosso 'dossiê' sobre alguns fatos obscuros na vida da Supergirl. Mas ainda há mais alguns que vamos revelar a vocês na segunda parte de nossa matéria, uma vez que esta parte já esta bastante extensa. Então aguarde, que teremos novas revelações...





CONVITE: 

Se você gostou desta matéria e gosta de matérias deste tipo, curta nosso blog e venha fazer parte de nosso grupo no face. O objetivo é relembrarmos produções que acompanharam nossa infância, nossa adolescência e talvez nos acompanhem até agora e tenhamos vontade de rever ou relembrar. 

VENHA! Curta e participe de nossa pagina: MEMÓRIA MAGAZINE  e faça parte de nosso grupo: MEMÓRIA MAGAZINE

Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.