LENDAS DE HOLLYWOOD: YUL BRYNNER (1920 - 1985)


 

Youl (ou Yuliy) Borisovich Briner ou simplesmente: YUL BRYNNER como será eternamente lembrado foi sem dúvida um dos maiores atores de Hollywood, atuando como protagonista em filmes de grande sucesso de crítica e bilheteria, ao lado das mulheres mais lindas do cinema!

Quem de nós não se recorda de "Sete Homens e um destino" (1960), "Taras Bulba" (1962), "Os 10 Mandamentos" (1956), "Villa, o caudilho" (1968), "Westworld" (1973), "A serpente" (1973), "À sombra de um gigante" (1966), "Salomão e a Rainha de Saba" (1959), "Os Irmãos Karamazov" (1958), "O Rei e Eu" (1956), e "Anastácia, a Princesa Esquecida" (1956)?

Se pudéssemos selecionar as quatro atuações mais "Top" na carreira de Brynner, muito provavelmente seria: "O Rei e Eu" (1956), "Anastácia, a Princesa esquecida" (1956), "Os Irmãos Karamazov" (1958), e "Salomão e a Rainha de Saba" (1959).



Na ótima adaptação de uma peça teatral da Broadway, O REI E EU (1956), um musical dirigido por Walter Lang, Yul Brynner atua ao lado da linda atriz DÉBORAH KERR, contando também com a atuação da talentosa atriz Rita Moreno. Um dos melhores musicais de Hollywood, deu o Oscar de Melhor Ator para Yul Brynner, recebendo ainda as estatuetas nas categorias de Melhor Trilha Sonora, Melhor Direção de Arte, Melhor Som e Melhor Figurino, além de indicações ao Oscar nas categorias de

Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz (Deborah Kerr) e Melhor Fotografia.

Na produção ANASTÁCIA, A PRINCESA ESQUECIDA (1956), dirigida por Anatole Litvak, um filme onde Yul Brynner contracena com INGRID BERGMAN e atua ao lado de Helen Hayes e Skin Tamiroff, um grande sucesso de Hollywood que deu o Oscar de Melhor Atriz para Ingrid Bergman, e uma indicação ao prêmio na categoria de Melhor Trilha Sonora para o grande compositor Alfred Newman.

No filme OS IRMÃOS KARAMAZOV (1958), dirigido pelo brilhante Richard Brooks, Brynner interpreta Dimitri Karamazov, atuando ao lado da bela MARIA SCHELL (Grúchenka), contando também com as atuações de Claire Bloom, Lee J. Cobb, William Shatner e Richard Basehart.

E finalmente em SALOMÃO E A RAINHA DE SABÁ (1959), dirigido por King Vidor, tinha Tyrone Power como protagonista, no papel do Rei Salomão, mas como o ator morreu durante as filmagens na Espanha, foi substituído por Yul Brynner. Nesta produção, Brynner atuou ao lado da bela atriz GINA LOLLOBRÍGIDA.

Quatro grandes produções, em quatro momentos da carreira do grande ator de Hollywood, Yul Brynner.

Texto do amigo: Garcia Roberto José

CURIOSIDADES:

  • Em 1950, antes de se tornar famoso como ator, dirigiu um programa de TV com bonecos chamado "Life with Snarky Parker", que permaneceu no ar por 8 meses.
  • Yul Brynner é um dos 8 únicos atores que ganharam o Tony e o Oscar pelo mesmo papel interpretado no teatro e no cinema.
  • Faleceu no mesmo dia que Orson Welles.
  • Brynner era um excelente guitarrista e cantor. 
  • Possui uma estrela na Calçada da Fama, localizada em 6162 Hollywood Boulevard. 
  • De ascendência mongol, Youl Borisovich Briner nasceu em 11 de Julho de 1920  na cidade de Vladivostok, na Rússia. Filho do cônsul suíço Boris Brynner e de Marussia Blagowidowa
  • Em 1941, chegou aos Estados Unidos para estudar teatro. Oito anos depois estreou no cinema com o filme Porto de Nova Iorque (1949), de Laslo Benedek.Pelo Longa, Yul foi premiado com o Oscar de Melhor Ator em Comédia ou Musical marcando sua passagem pela Era de Ouro do cinema hollywoodiano. 
  • Devido à sua ascendência mongol passou a se denominar Taidje Khan. Brynner era filho do inventor e cônsul suíço na Rússia Boris Brynner e Marussia Blagowidowa.
  • Seu primeiro casamento foi com uma atriz, Virginia Gilmore. O casamento durou de 1944 a 1960. O casamento produziu um filho singular, Yul "Rock" Brynner, nascido em 1946. Atualmente, o filho é historiador e professor universitário em Nova York e Connecticut. Yul estava envolvido romanticamente com outras mulheres, principalmente Marlene Dietrich e Monique Watteau. - le se casou com sua segunda esposa, Doris Kleiner, em 1960e os dois compartilharam outro filho, Victoria Brynner, nascido em 1962. Seu terceiro casamento foi com Jacqueline Thion de la Chaume. O casamento decorreu de 1971 a 1981 e, embora nunca tenham tido um filho biológico, o casal adotou dois filhos. Seu último casamento, pouco antes de sua morte, foi com Kathy Lee, uma bailarina da Malásia. O casal foi casado por dois anos antes de sua morte. 
  • Seu terceiro filho biológico estava fora do casamento - uma filha que ele teve de seu relacionamento com Frankie Tilden. 
  • Yul Brynner morreu em Nova York (EUA) em 10 de outubro de 1985 de câncer de pulmão, resultado do hábito de fumar que desenvolveu desde os 12 anos.  criou um anúncio de serviço público incentivando os fumantes a deixarem de fumar e foi transmitido em todas as principais redes do mundo. 
  • Brynner também foi fotógrafo e autor de 2 livros: "Uma viagem para os esquecidos da Europa e do Oriente Médio" (1960) com fotografias de si mesmo do fotógrafo Magnum Inge Morath e também: "O Cookbook Yul Brynner: Fit Food para o rei e Você".
  • Ao longo de sua vida Brynner foi muitas vezes visto com um cigarro na mão. Em janeiro de 1985, nove meses antes de sua morte, ele deu uma entrevista ao Good Morning America , expressando seu desejo de fazer um comercial anti-tabagismo. Diante disso, foi produzido um vídeo da entrevista que foi feita em um anúncio de serviço público pela American Cancer Society e lançado após sua morte. Ele inclui o aviso "Agora que eu fui embora, eu vos digo que não fumem. Faça o que fizer, apenas não fume. ".  
  • Seus restos mortais estão enterrados na França em razão da Saint-Michel-de-Bois-Aubry mosteiro ortodoxo russo perto de Luze entre Tours e Poitiers .



Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.