Papo de Cinema: O QUARTO SÁBIO (The Fourth Wise Man) 1985


Curiosamente neste nosso PAPO DE CINEMA vamos falar de uma modesta, porém inesquecível produção feita para a TV no ano de 1985 e dada a competência com que foi desenvolvida, tornou-se quase que sinônimo de filmes de Natal e equivocadamente induziu algumas pessoas a crerem que o personagem teria existido de fato. Hoje vamos trazer a MEMÓRIA o belíssimo filme: O QUARTO SÁBIO. Aventure-se a conhecer um pouco mais sobre uma obra inspirada que vem impactando positivamente muitas vidas há décadas. Boa Leitura!

SINOPSE: Artaban (Martin Sheen) é um jovem sábio que deseja seguir a Estrela de Belém para prestigiar o bebê que está sendo chamado de Rei dos Judeus. Contrariando amigos e família, ele tenta seguir os outros três Reis Magos que estão em caravana para conhecer o menino Jesus, mas acaba se perdendo. Em sua jornada para reencontrar o caminho rumo à Belém, Artaban acaba usando suas riquezas para ajudar os mais necessitados, mas será que ele vai conseguir ver Jesus pessoalmente?

Título: O QUARTO SÁBIO
Título Original: The Fourth Wise Man
Ano: 1985
Duração: 1h 12min
Direção Michael Ray Rhodes
Produção Ellwood Kieser
Michael Ray Rhodes
Roteiro Tom Fontana
Trilha sonora: Bruce Langhorne, Christopher L. Stone
Baseado no livro: "The Story of the Fourth Wise Man", de Henry van Dyke
Elenco:
 - Martin Sheen como Artaban
 - Alan Arkin como Orontes
 - Eileen Brennan como Judith
 - Ralph Bellamy como Abgarus
 - James Farentino como Jesus (voz)
 - Charlie Sheen como Maximus
Gênero: Aventura / Drama "bíblico/cristão"
Cinematografia: Jon Kranhouse
Lançamento: EUA 30 de março de 1985

"Eu não sei como esta pequena história veio para a minha mente -. Fora do ar, talvez. Uma coisa é certa, não está escrito em qualquer outro livro, nem é para ser encontrado entre a antiga sabedoria do Oriente. E, no entanto eu nunca me senti como se fosse meu próprio foi um presente, e pareceu-me como se eu sabia o doador. "-. Henry Van Dyke



CURIOSIDADES:
  • O filme é literalmente familiar. Traz no elenco dois filhos de Martin Sheen (Charlie Sheen e Ramon Estevez) e um filho de Alan Arkin (Adam Arkin).
  • O QUARTO SÁBIO é um filme feito para a TV, produzido pela Paulist Productions
  • A locação das filmagens foi no Death Valley National Park e no Paramount Ranch, ambos os locais na Califórnia. 
  • A atriz Eileen Brennan que interpreta Judith, a líder da aldeia foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme "A Recruta Benjamin"
  • O ator Alan Arkin foi indicado 4 vezes ao Oscar: "Os Russos Estão Chegando! Os Russos Estão Chegando!" (1966); "Por Que Tem de Ser Assim?" (1968) e "Argo" (2012). E ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por "Pequena Miss Sunshine" (2006)
  • Sydney Penny (1971), a adolescente que é capturada quase no final do filme, é descendente de índios Cherokee. Voltou-se para seriados e novelas americanas. Esteve em "O Cavaleiro Solitário" ao Lado de Clint Eastwood e no filme infantil "A Pirâmide de Cristal" (1981)
  • James Farentino (1938–2012) faz a voz de Jesus no filme. O ator esteve em "Jesus de Nazaré", como Pedro, e foi o protagonista da série televisiva "Trovão Azul" (1984)
  • "A história do Outro Homem Sábio" é uma história curta inicialmente publicada em 1895 e que vem sendo reeditada e publicada várias vezes desde então.
  • Henry van Dyke, autor do livro: "The Story of The Other Wise Man"que inspirou a produção do filme, foi um diplomata, pastor presbiteriano, professor de literatura em Princeton e na Universidade de Paris e escritor americano, autor de dezenas de livros, contos e poesias.
  • A história foi dramatizada várias vezes: por Pauline Phelps em 1951, por Harold K. Sliker em 1952, por Everett Radford, em 1956 e por M. Percy Crozier e Margaret Bruce em 1963, entre outros.
  • A adaptação para a TV da história foi apresentada no Hallmark Hall of Fame show (estrelado por Wesley Addy como Artaban) em 1953. Outras versões televisivas da história também apareceram na Kraft Television Theatre em 1957 (estrelado por Richard Kiley) e no GE Verdadeiro Theater em 1960 (estrelado Harry Townes). 
  • Um oratório ou ópera litúrgica baseado na história foi escrita por Susan Hulsman Bingham e estreada em 2000. 
  • Uma "ópera de câmara" foi escrita por M. Ryan Taylor e estreada em 2006. 
  • Uma ópera foi escrita por Damjan Rakonjac com libreto de David Wisehart e estreada em 2010. 
  • Uma versão simplificada do conto, destinado a crianças, foi escrito por Robert Barrett, em 2007. 
  • Uma pintura de Artaban foi feita pelo artista escocês Peter Howson para uso pelo Primeiro Ministro da Escócia, Alex Salmond, como seu cartão 2013 de Natal oficial. 


CURIOSIDADES TEOLÓGICAS:
  • ARTABAN, o herói do longa é um personagem fictício, nunca existiu de fato.
  • Segundo a tradição católica, sem qualquer fundamento ou base bíblica, os outros sábios (ou Reis Magos) eram: Melchior, Baltasar e Gaspar.
  • Depois que Jesus nasceu em Belém da Judéia, nos dias do rei Herodes, MAGOS vindos do oriente chegaram a Jerusalém e perguntaram: “Onde está o recém-nascido rei dos judeus? Vimos a sua estrela no oriente e viemos adorá-lo. (Mateus 2:1-2) - "MAGO" é um termo persa para uma classe sacerdotal de sábios especializados em medicina, ciências naturais e astronomia (não confundir com astrologia).
  • Atualmente, novamente por força da tradição, é comum supormos que haviam 3 MAGOS (ou SÁBIOS), porém, os escritos bíblicos dizem “uns magos”, o que nos leva a verificar que era mais de um, mas não sabemos quantos ao certo. O número de três magos é usado por conta dos três presentes trazidos a Jesus: “Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra” (Mateus 2:11). Mas é difícil estabelecer se cada um que foi levou um presente ou se esses eram presentes de toda a comitiva.
  • Ocasionalmente, a tradição os aponta como "REIS magos" e novamente não há qualquer evidência disto no texto bíblico. Pelo contrário, dado o modo como viajavam e seguiam a estrela de Belém , é mais provável que fossem funcionários de reis, mas não reis.
  • É comum vermos em presépios tradicionais de natal algumas figuras que mostram os magos no celeiro no dia do nascimento de Jesus. Porém, biblicamente, esse é mais um equivoco. Os magos visitaram Jesus em uma casa, que não se sabe ao certo se era de José e Maria ou de outra pessoa: “Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra” (Mateus 2:11). Além disso, é correto afirmar que havia se passado vários meses (ou anos) desde o nascimento de Jesus até o momento do encontro com os magos. Isso fica ainda mais notório ao observarmos a reação de Herodes que manda matar todos os meninos de até 2 anos (“Quando Herodes percebeu que havia sido enganado pelos magos, ficou furioso e ordenou que matassem todos os meninos de dois anos para baixo, em Belém e nas proximidades, de acordo com a informação que havia obtido dos magos” - Mateus 2:16).
  • Ainda sobre o presépio (que significa currral). É tradição vermos a representação das figuras dos: magos, pastores, de José, Maria e de Jesus, além da presença de alguns animais. Porém, não havia animais presentes no local. A inserção destes no cenário dos nascimento de Cristo é uma espécie de crítica ao Judeus que não reconhecem, até os dias atuais, a pessoa de Jesus como o Messias. A referência bíblica se encontra em Isaías 1:3 ("O boi reconhece o seu dono, e o jumento conhece a manjedoura do seu proprietário, mas Israel nada sabe, o meu povo nada compreende").
  • Uma última questão bíblica a ser considerada, quanto a conclusão do filme, quando fica claro que ARTABAN encontrou a salvação em JESUS CRISTO, alguns supõe equivocadamente que isso se deu pelas BOAS OBRAS que ele praticou ao longo de sua vida, contudo a salvação não se conquista, ela é presente de Deus aos que creem em Jesus, o Messias salvador que pagou na cruz pelos nossos pecados ("Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna." - João 3:16). ARTABAN que cria em Jesus desde os primeiros momentos, foi "salvo para salvar". Afinal sua vida e suas ações glorificavam a Cristo.

Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.