Falando em Série: GUNSMOKE (1955 a 1975)

http://picasion.com/


Há muito tempo atrás, numa galáxia distante, quando não existiam ainda os canais a cabo, as chamadas TVs 'abertas' lutavam por uma fatia do mercado. Como a maioria dos artistas havia assinado com a Rede mais poderosa da época (que foi durante um tempo a Excelsior, depois a Record original) e os demais estavam espalhados pelos diversos canais existentes, não haviam tantas produções próprias para encher os horários, e as TVs tinham então de utilizar de outros produtos, Quais?

Bem, nas manhãs e tardes haviam uma infinidade de desenhos e animes, e no horário nobre as redes utilizavam os 'enlatados americanos', como eram chamados pejorativamente os seriados e os filmes americanos. Desta forma, a partir das 21:00 hs (e eram 21:00 hs mesmo!), de segunda à sabado tínhamos nossas 'telinhas' invadidas por várias séries e filmes longa metragem.



Uma destas séries era "GUNSMOKE", que acabou se tornando a série mais longa já realizada. Foram 20 TEMPORADAS, com 635 episódios !! 233 episódios de 30 minutos em preto e branco. 173 episódios de 1 hora, ainda em preto e branco. E finalmente, 229 episódios em cores, também com 1 hora de duração... "Bonanza" uma série bastante conhecida e também longa teve 440 episódios, para termos uma idéia do alcance que o seriado teve...

Já indicando que não seria uma série igual às outras, o episódio piloto foi apresentado por John Wayne, que foi a primeira escolha dos produtores para ser o personagem principal US Marshal Mat Dilon. Mas Wayne era avesso a trabalhar para a TV, além do mais sua carreira no cinema estava em ritmo acelerado, assim recusou a oferta mas indicou um ator que era seu amigo e também um ator agenciado por sua empresa a Batjac: James Arness.

Nasce a série...

Em 10 de setembro de 1955, ás 21:00 hs, foi transmitido pela CBS o primeiro episódio da série, intitulado 'Matt get its' (Matt os pega), mas no lugar da primeira cena da série aparece John Wayne, vestido com a roupa que utilizava nas filmagens do clássico "Rastros de Ódio" e rapidamente apresenta a série e seu ator principal James Arness...



Ao contrário do que se pensa, a apresentação feita por John Wayne, não foi garantia de aceitação da nova série. Na verdade a série só começou a ser melhor aceita em sua terceira temporada. Isto porque a esta altura o elenco já estava 'afinado' e bastante à vontade com seus personagens, o que dava mais consistência a suas performances. 



Além disto já havia ficado claro para o público que a série era diferente das demais, ela não apresentava apenas um 'mocinho' bem vestido com dois revolveres em sua cintura. as histórias eram mais realistas, os personagens se vestiam de forma condizente a época em que viviam. Não eram todos 'limpinhos' e 'engomadinhos' (mesmo os vilões). 

As histórias refletiam como era de fato uma cidade em Kansas naquela época, onde a lei ainda não imperava, e o xerife precisava usar de violência para impor a ordem. Enquanto as outras séries apresentavam mocinhos que nunca erravam e sempre levavam os vilões para julgamento, em 'Gunsmoke' as coisas nem sempre funcionavam assim. E a maioria dos julgamentos acabavam em enforcamentos, como ocorria de fato na época.



Mas nem tudo era sangue, a série também abordava assuntos diversos como sedução, corrupção, cobiça e outros tipos de violência, onde ninguém morria no episódio...

'Perigo, Matt Dilon! Perigo!'

Em 1967, a série recebeu um 'baque', quando estreou nas noites de sabado uma sessão de filmes, tornando necessário que ela fosse transferida de dia e horário. A série foi para segundas feiras às 20:00 hs, e permaneceu aí até seu cancelamento em 1975. 

Normalmente, uma troca de horario pode significar o fim de uma série, mas "Gunsmoke" conseguiu superar isto e até ficar ainda melhor! Quando os episódios passaram a ter uma hora, a CBS espertamente começou a exibir os episódios de 30 minutos com outro titulo: "Marshal Matt Dilon" e foi um sucesso!

Mas o perigo não terminou por ai. Em 1970 a CBS anunciou o cancelamento da série, só que o público não aceitou passivamente, a discussão terminou no Congresso Americano!! O 'barulho' foi tão grande que a CBS voltou atrás e a série teve mais...5 anos!! Sem dúvida uma série marcante!

A série foi tão diferente e fez tanto sucesso, que possibilitou ao ator James Arness a adquirir os direitos sobre ela. Após isto, além dos 635 episódios, ainda foram realizados mais 5 telefilmes!

No Brasil...


No Brasil a série estreou na rede Record na década de 70, onde foi exibida até 1989. Toda vez que o episódio ia começar, a chamada era a de um duelo entre Matt Dilon e um vilão que não me recordo o nome. O episódio foi uma espécie de 'Matar ou Morrer' (primeiro filme de faroeste em tempo real, estrelado por Gary Cooper), onde no final Matt teve de enfrentar o fascinora nas ruas desertas de Dodge City...após isto o novo episódio era exibido. 

Por volta de 2004, a série foi exibida no canal a cabo Retro (não sei se ainda existe). 

Outras Mídias...

"Gunsmoke" a exemplo de muitas outras séries do passado teve sua origem no rádio, depois foi transposto para a TV, mas não ficou por ai. Também foi lançado em quadrinhos: em tiras diárias, inclusive no jornal inglês "Daily Express" e em revistas pela Dell Comics e pela Goldey Key Comics. Aqui nos Brasil, as histórias saíram na revista 'O Poderoso",,,

Bônus...

Como bônus anexamos links para você assistir a episódios. Só clicar abaixo...







CONVITE: 

Se você gostou desta matéria e gosta de matérias deste tipo, curta nosso blog e venha fazer parte de nosso grupo no face. O objetivo é relembrarmos produções que acompanharam nossa infância, nossa adolescência e talvez nos acompanhem até agora e tenhamos vontade de rever ou relembrar. 
VENHA! Curta e participe de nossa pagina: MEMÓRIA MAGAZINE  e faça parte de nosso grupo: MEMÓRIA MAGAZINE



Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.