Falando em Série: O FUGITIVO (1963/1967)


Há algumas coisas que não mudam mesmo com o passar dos anos. Uma delas, envolvendo seriados de TV, é o cancelamento sumário e sem explicações, pelo menos fora dos EUA. E lá no passado, quando tínhamos pouquíssimas publicações que falavam sobre séries, o que acontecia é que você assistia a uma série e ela simplesmente desaparecia da grade de programação.

Um dos casos raríssimos em que houve um aviso de que na próxima semana seria exibido o 'ultimo capítulo inédito', foi "Perdidos no Espaço". Além deste, não consigo me lembrar de nenhum outro que tenha acontecido...

Assim, quando uma série tem início, meio e fim, ela acaba ficando na memória. Foi o que aconteceu com o seriado "O Fugitivo", que foi o primeiríssimo seriado que assisti integralmente e que foi transmitido integralmente. E a série foi um marco na TV, tantos nos EUA quanto nos demais países onde foi exibida. Era assistida 'em família', sim, já aconteceu isto numa certa época...

"O Fugitivo" a série...


A série acompanha as desventuras do Doutor Richard Kimble (David Jansen), acusado de ter matado a esposa. De nada adiantou ele alegar que havia visto um estranho naquela noite nas imediações de sua casa. Este estranho tinha uma característica marcante: tinha um braço artificial. E esta característica fez com que todos, no filme e no dia a dia das pessoas, o chamassem de "O Homem de Um Braço Só"


A coisa ficou ruim para o Doutor, por uma destas estranhas coincidências de seriados, por ele ter discutido aos berros com sua esposa Helen naquela mesma noite. Todos os vizinhos ouviram os gritos. A discussão foi causada pelo desejo de Richard de ter um filho, porém Helen não podia mais tê-los devido a complicações de uma gestação não concluída que ocorreu anteriormente. Helen se recusava a adotar uma criança, e Richard queria fazê-lo. 

Para os policiais que queriam encerrar o caso, as evidências eram claras. Outra coisa de seriado é que se o personagem chega em casa e encontra seu ente querido morto, imediatamente ele se compromete com o crime, pega a arma usada, se suja de sangue e é surpreendido por aquela vizinha bisbilhoteira e coisas do tipo. Claro que Richard se sujou de sangue antes da polícia chegar. mais evidencias de sua culpa. 

Bem o homem foi condenado. Aos gritos ele falava do 'Homem de Um Braço Só', mas ninguém escutava. Por mais uma destas coincidências de seriado, quando o Doutor estava sendo conduzido para a penitenciária onde cumpriria sua pena, o trem onde viajava sofreu um acidente e descarrilou. 

Durante a confusão surge uma oportunidade de fugir e assim o  Doutor Kimble escapa, mas não antes de salvar várias pessoas que estavam no trem, inclusive aquele que se tornaria seu maior perseguidor...E assim começava a fuga do Doutor Richard Kimble pelo país. Mas o que era encarado por fuga pela policia e pela midia em geral, na verdade era uma perseguição. 

Kimble perseguia o "Homem de Um Braço Só", e ao mesmo tempo era implacavelmente perseguido por um certo Tenente Gerard, que na certa era brasileiro porque não desistia nunca. 

Kimble e o Tenente Gerard (parte da série foi em preto e branco)
Kimble conseguiu diversas pistas sobre o 'Homem de Um Braço Só', inclusive descobriu seu nome (!): Fred Johnson. Claro que o tenente sempre acabava chegando onde Kimble estava e aos poucos também foi achando evidências do homem. Porém, não se importava com isto, só queria prender o fugitivo...

A série teve quatro temporadas e 120 episódios. O episódio final foi exibido nos EUA em 22 de agosto de 1967, e teve uma audiência de 30 milhões de expectadores (!) ou 72% da audiência. O episódio chamava-se "O Julgamento" e mostrava o Doutor Kimble sofrendo um novo julgamento, mas agora sendo inocentado...

O recorde deste episódio só foi batido em 1983, pela série "Dalas" no episódio: "Quem Matou J.R.?". Desta forma "O Fugitivo" passou para o segundo lugar, mas apenas até o fim da série "M.A.S.H." com o episódio final 'Adeus, adeus e amém', ai "O Fugitivo" foi para terceiro...

Dalas - J.R. á esquerda


A série vai para o cinema e tenta voltar a TV...


Em 1993 a série "O Fugitivo" foi adaptada pelo cinema e o papel do Doutor Richard Kimble ficou com Harrison Ford e o do Tenente Gerard com Tommy Lee Jones (que repetiu os mesmos trejeitos do personagem em pelo menos mais 3 filmes onde os personagens eram outros policiais). Mas embora muitos tenham gostado (por causa de Ford), o filme não tem impacto, na realidade é um amontoado de clichês bem colocados, o que resultou num filme regular...

Tommy Lee Jones como Ten Gerard, que virou sua interpretação padrão...

Em outubro de 2000, foi lançado um 'remake' da série estrelado por Tim Daly, que não conseguiu agradar sendo cancelada logo na primeira temporada...

Remake que falhou...

Bônus...

Como bônus, o link a seguir lhe da mais informações e o episódio recordista da série, que também é seu último, o que conclui o seriado...mas, conseguimos mais...



Além do episódio para assistir, conseguimos mais 12 possíveis de BAIXAR! Então APROVEITEM!(só clicar na palavra: episódios)

Episódios (alguns são em preto e branco...)

Convite:

Se você gostou desta matéria e gosta de matérias deste tipo, curta nosso blog e venha fazer parte de nosso grupo no face. O objetivo é relembrarmos produções que acompanharam nossa infância, nossa adolescência e talvez nos acompanhem até agora e tenhamos vontade de rever ou relembrar. 
VENHA! Curta e participe de nossa pagina: MEMÓRIA MAGAZINE  e faça parte de nosso grupo: MEMÓRIA MAGAZINE




Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.