Animação em Foco: Johnny Cypher na Dimensão Zero (1967)


Johnny Cypher na Dimensão Zero é um desenho animado praticamente esquecido da década de 60. Foi produzido em 1967 pelo cartunista Joe Oriolo para a Seven Arts Television. Oriolo foi um cartunista e animador americano, co-criador do Gasparzinho com Seymour Reit, trabalhou no Fleischer Studios e desenhou quadrinhos do Gato Félix, personagem que traria de volta com uma série animada de 1959 a 1961 (onde Félix ganhou a bolsa mágica) distribuída pela Trans-Lux. Joe Oriolo também é creditado como responsável por licenciar Astro Boy e a Princesa e o Cavaleiro de Osamu Tezuka e Mariner Boy nos Estados Unidos, para a Trans-Lux, além de ter produzido "The Mighty Hercules", para a mesma empresa responsável por licenciar Mach Go Go Go, rebatizado como Speed Racer. 
Para a animação Johnny Cypher foram produzidos 130 episódios, cada qual com seis minutos de duração. As vozes originais foram fornecidas por Paul Hecht (Johnny Cypher), Corrine Orr (como Zena, sua bela assistente) e Gene Allen (como o galáctico Rhom). 

SINOPSE:A animação nos trazia as aventuras de Johnny Cypher, um cientista que tinha o poder de viajar através do espaço e do tempo em diferentes dimensões, e seus companheiros Zena e Rhom. Em seu uniforme Johnny tinha um dispositivo embutido conhecido como "dimensão zero". Ao acioná-lo, nosso herói levantava vôo,dentro de uma espécie de furacão, alcançado alta velocidade até chegar ao seu destino.Seu maior inimigo é o maquiavélico cientista Dr. Hook, que vem acompanhado de seu capanga brutamontes.


A série foi produzida pelos Estúdios Oriolo e lançada pela Seven Arts. Alguns vilões que Johnny e Zena enfrentaram: Captain Krool, Mr. Mist, Dr. Flood, The Torchmen, The Abominable Snowman, The Mothmen, Captain Nogo e o perverso Mr. ESP.
Entre os mundos estranhos que foram visitados por eles temos : Volcos, a Floresta Vermelha, o gelado Ártico e o Planeta dos Homens Pequenos.

No Brasil, o desenho estreou no final da década de 60 pela extinta TV Tupi e a dublagem original ficou por conta do estúdio carioca Riosom; o desenho ficou fora do ar por décadas, até que reapareceu na década de 90 exibida na Rede Record e no Warner Channel, porém com uma nova dublagem, onde foi exibido juntamente com o anime "Marino Boy" como parte do extinto bloco noturno "Bizarro", que a cada semana exibia um daqueles antigos filmes de baixo orçamento, seguido pelos dois desenhos.



Se você aprecia este tipo de postagem, lhe convido a se juntar ao nosso GRUPO no facebook que é dedicado a compartilhar curiosidades e imagens do passado antigo ou mesmo mais recente, desde que sejam curiosas e que nos tragam boas memórias.
JUNTE-SE A NÓS no Facebook: MEMÓRIA MAGAZINE & MEMÓRIA MAGAZINE.



Um comentário:

  1. Boa tarde teria como disponibilizarem o link do download por favor queria o desenho para assistir.

    Dede já agradeço.

    ResponderExcluir

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.