Falando em CLÁSSICOS: A CASA DOS MAUS ESPÍRITOS (1959)


A Casa dos Maus Espíritos (House on Haunted Hill) é um filme de terror, do ano de 1959 que conta a história de um excêntrico milionário que decide dar uma festa misteriosa numa casa mal assombrada, oferecendo 10 mil dólares a 5 convidados, com a condição de passarem a noite com ele e sua esposa trancados lá dentro. Vincent Price está magnífico nesse filme. O filme tem o roteiro bem simples, alguns sustos e uma sútil pegada de humor negro, que garante que seja divertido ainda nos dias de hoje. Um misto de suspense, mistério e terror.

O grupo é formado por Watson Pritchard (Elisha Cook Jr.), um homem bêbado e atormentado pelo passado obscuro de uma mansão de sua propriedade e onde ocorreram vários assassinatos violentos e anormais; Lance Schroeder (Richard Long), um galã piloto de testes de aviões a jato, homem corajoso e ganancioso pelo prêmio em dinheiro; Dr. David Trent (Alan Marshal), um médico psiquiatra interessado em estudar os efeitos de histeria no grupo provocado pelo medo; além de duas mulheres, a jornalista Ruth Bridgers (Julie Mitchum), que além do dinheiro quer também coletar informações para um artigo sobre fantasmas; e a bela e jovem Nora Manning, uma datilógrafa funcionária de uma das empresas de Frederick Loren, escolhida por necessitar do dinheiro para uma famíliar impossibilitada de trabalhar por causa de um acidente. Ao grupo junta-se ainda Annabelle Loren (Carol Ohmart), a quarta esposa do misterioso milionário e anfitrião, uma bela mulher mas infeliz no casamento, com uma crise conjugal que evidencia apenas interesses na relação. A enorme mansão ainda tem um casal de velhos empregados formado pelo assustador Jonas Slydes (Howard Hoffman) e sua tétrica esposa cega (interpretada por Leona Anderson).
Quando parece que tudo foi só uma história de casa mal-assombrada vem a reviravolta do filme totalmente inesperada. O final, ao contrário de muitos outros filmes de terror, não é previsível e nem forçado (dois problemas comuns na maioria dos filmes de terror). Em resumo, a Casa dos Maus Espíritos é um verdadeiro clássico do terror que deveria servir de escola para alguns filmes de casas mal-assombradas que temos hoje em dia.

A Casa dos Maus Espíritos custou apenas US$ 150 mil e recebeu um incrível retorno de bilheteria que motivou William Castle a continuar filmando suas produções baratas. Supostamente, o sucesso comercial desse filme serviu de inspiração para Alfred Hitchcock fazer o seu próprio filme de baixo orçamento, nascendo assim o antológico clássico em preto e branco: Psicose (Psycho, 60). 
CURIOSIDADES:
Este filme foi o último trabalho da curta carreira artística de Julie Mitchum, irmã do consagrado ator Robert Mitchum;
O esqueleto que aparece na história recebeu uma atenção especial nos créditos finais, onde os produtores registraram sua participação informando a interpretação dele mesmo;
A casa utilizada para as filmagens de tomadas externas foi construída em 1924 em Los Angeles;
Em 1999 foi produzido um remake pela Dark Castle, com direção de William Malone e que recebeu o nome por aqui de A CASA DA COLINA (House on Haunted Hill). O ator Geoffrey Rush, que fez o papel do milionário Stephen Price, tem o sobrenome de seu personagem igual ao sobrenome do cultuado astro Vincent Price de A Casa dos Maus Espíritos;
No filme de 1959, o milionário Frederick Loren oferecia a quantia de US$ 10 mil para cada um dos convidados passarem uma noite na casa assombrada, e na refilmagem de mais de quarenta anos depois, o valor do prêmio oferecido subiu para US$ 1 milhão, ou seja, cem vezes mais, refletindo a mudança para os tempos modernos.



Original:House on Haunted Hill
Ano:1958•País:EUA
Direção:William Castle
Roteiro:Robb White
Produção:William Castle
Elenco:Vincent Price, Carol Ohmart, Richard Long, Alan Marshal, Carolyn Craig, Elisha Cook Jr., Julie Mitchum, Leona Anderson, Howard Hoffman,


Leia também:Papo de Cinema - Refilmagens & Continuações: A CASA DA COLINA (1999/2007)


Gostou da postagem?

Então junte-se a nós! Curta nosso blognossa página e nosso grupo

Junte-se a família "Memória Magazine", inteiramente dedicada a relembrar coisas boas e curiosas do passado. Ajudando alguns a reviverem boas lembranças e outros a conhecer a origem do que se ve hoje nos quadrinhos, nas animações e nos filmes...


Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.