Falando em Série: ALLY McBEAL (Minha Vida deSolteira) - 1997


David E. Kelley é um produtor e roteirista que durante um bom tempo teve o 'toque de midas' da TV. Todas as suas séries viravam um sucesso, e possivelmente você já deve ter assistido pelo menos uma delas: 'Tal pai, tal filho', 'O desafio', 'Justiça sem Limite', 'Chicago Hope', 'Boston Public', 'Big Litle Lies' (em exibição), 'Ally McBeal' e 'Picket Fences'.

Conheci Kelley atraves da série 'Picket Fences', que salvo engano de minha parte, foi exibida na Record. A série era excelente, com bons roteiros, embora profundamente dramática (especialidade do roteirista). Assim, em 1997 foi uma surpresa ele lançar a série "Ally McBeal" (interpretada por Calista Flockhart), uma série bem diferente das habituais, divertida, com personagens no mínimo exóticos. 

A série colecionou Globos de Ouro e também alguns problemas que falaremos no final da postagem. Além disto ressuscitou a carreira de Barry White (que na época passava umas 'férias' na cadeia), um dos personagens John Cage (Peter MacNicol) usava o cantor e sua musica "You're the first, the last, may everything" para dar coragem e inspiração. Usualmente ele dançava no banheiro e os demais personagens dançavam com ele! 

Acreditem ou não a FOX tirou todos os videos que tinham a dança da internet (!!), não me perguntem o por que!  Porém, nós conseguimos o video onde Barry White (que havia saído da prisão) aparece na série. É o aniversário de John e sua namorada lhe dá de presente uma apresentação do cantor...clique no link abaixo


John comanda a dança no banheiro (unisex)
E por falar em prisão, outro que havia acabado de sair de lá e 'deu as caras' na série foi: Tony Stark!, quer dizer, Robert Downey Jr! Ele fazia o papel de Larry Paul interesse amoroso de Ally na quarta temporada, porém 'deu ruim' como mostraremos na matéria. Sempre gostei de Downey e gostava dele na série, ele conseguiu dar uma 'guinada' na história e oferecia grande potencial, mas....


Não pensem que estes foram os únicos a aparecerem, estiveram nela também: Sting, Al Green, Michael Jackson, Anastacia, Whitney Houston, Tina Turner, Barry Manylow, Bon Jovi (que atuou em muitos episódios) e muitos outros...

A série...

Não sei se vocês sabem, mas nos EUA seriados de comédia não podem ter mais do que 30 minutos, assim David E Kelley deu um 'jeitinho' de burlar esta norma. E a solução foi misturar a comédia com momentos dramáticos. A príncipio os momentos dramáticos ficavam a cargo da vida amorosa de Ally, que era um total desastre. 

Começando já na faculdade quando ela teve uma grande desilusão amorosa. Seu grande amor Billy Thomas (Gill Bellows) deixou-a afim de seguir carreira num grande escritório. Anos depois, Ally trabalhava em um escritório e foi assediada por um dos advogados, acontece que o tal advogado trazia lucro para empresa (mais do que ela) e ameaçou processar o escritório alegando ter uma doença compulsiva...

Indignada, Ally pede as contas e encontra por acaso um colega da faculdade Richard Fish (Greg Germann) que a convida a trabalhar com ele. O que ela não sabia é que no mesmo escritório trabalhava Billy, seu grande amor, e que agora era casado com Georgia (Courtney Thorne-Smith)

Da esquerda para a direita: Georgia, Billy e Ally
Este foi apenas o início dos dramas que envolviam Ally e que foram estendidos a cada um dos personagens originais e que entraram depois. Mas, não pensem que a série se tornou um 'rio de lágrimas', tudo era bem dosado e a parte cômica era muito maior e agradou em cheio ao publico ao redor do mundo. 

Confusões nos bastidores...

Bem, desta vez temos algumas 'fofocas' envolvendo o elenco da série, seus produtores e sabe-se mais quem...

Primeiro: o aspecto fisico das atrizes. Segundo relatos das atrizes, os produtores exigiam que elas se mantivessem magras. A pressão era tanta que a atriz Courtney Thorne Smith pediu as contas na terceira temporada...

Segundo: Robert Downey Jr, quem conhece ao ator há mais tempo sabe que após ele fazer o filme 'Chaplin' ele passou a consumir (e muito) substâncias quimicas proibidas...aliás os policiais já ficavam esperando ele passar para prende-lo por posse de drogas. Após uma de tais prisões (que afundaram sua carreira na época) Robert entrou para o elenco da série...

Mas, as pressões das filmagens e seu ritmo foram demais para o 'pobre ator' e ele teve uma recaída. Ele estava em condicional e foi encontrado com cocaína...resultado: de volta ao lar...a cadeia. Isto fez com que o final da quarta temporada tivesse de ser mudado. A temporada terminaria com o casamento de Ally, mas terminou com a partida de Larry Paul...e mais lágrimas...

Mas, ainda assim Robert Downey Jr foi premiado com o Globo de Ouro por sua participação. Temos de reconhecer que o cara é um bom ator, apesar de ter ficado um tanto arrogante com e como seu Tony Stark...

A série foi criticada por algo que hoje esta bem pior que na época: o feminismo. Melhor pela falta dele. Como a personagem Ally Mcbeal era uma advogada atrapalhada, com emoções estáveis e que abusava das saias curtas, foi apontada como uma personagem anti-feminista. 

Esta acusação acabou gerando uma piada na série. No episódio Ally esta numa reunião com Richard Fish e durante a conversa diz o seguinte: "Sabe, eu tive um sonho estranho. Sonhei que estamparam meu rosto na revista Time como a face do feminismo...". 

A série também foi criticada de ser machista por sua representação de mulheres lésbicas. Em um episódio, onde aparece a primeira personagem gay da série, Richard Fish (personagem conhecido por ser totalmente politicamente incorreto) a detonou dizendo: "Ela é uma odiadora de homens, lésbica raivosa que parece um homem'. Foi o bastante para a comunidade 'detonar' a série....

Para rebater as criticas, a série promoveu um beijo entre as personagens Ally (Calista Flockhart) e Ling (Lucy Liu, ótima no papel). Como as duas só tiveram desilusões amorosas com os homens, decidem flertar com a idéia de um romance entre elas. Após o beijo, e uns 'amassos' admitem que gostaram da experiência, mas que preferem um relacionamento com alguém que 'tenha um pênis". 

Vocês já devem imaginar o resultado, né? Novo ataque, alegando que o beijo entre duas mulheres bonitas que nunca tinham demonstrado o desejo de um relacionamento homosexual, era mais para atiçar o fetiche masculino do que para promover um 'debate sobre o tema'...

Curiosidades

David E. Kelley, o produtor e roteirista desta e de outras séries, era casado com Michelle 'miau' Pfeiffer...

Calista Flockhart, que interpretava Ally McBeal, tornou-se a Sra. Harrison Ford....

No Brasil, o SBT adquiriu os direitos de exibição. E como eles são muito bons em dar títulos nacionais as séries estrangeiras, a série foi batizada de "Minha Vida de Solteira"...

Bônus...

E finalmente chega aquele momento que todos ficam esperando. A hora do bônus, e como estamos falando de uma série, não poderia ser nada diferente do que o primeiro episódio! Sim, o episódio piloto. E Não! Não é dublado. (Já é dificil achar legendado...)





Convite: 



Se você gostou desta matéria e gosta de matérias deste tipo, curta nosso blog e venha fazer parte de nosso grupo no face. O objetivo é relembrarmos produções que acompanharam nossa infância, nossa adolescência e talvez nos acompanhem até agora e tenhamos vontade de rever ou relembrar. 



VENHA! Não deixe de seguir nosso BLOG e de fazer parte de nosso grupo no Facebook.




Nenhum comentário

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.