Falando em Série: EDIÇÃO DE AMANHÃ (Early Edition) 1996

"O que aconteceria se você abrisse a porta e encontrasse o jornal de amanhã sendo entregue hoje?".
Early Edition (Edição de Amanhã) foi uma criativa e interessante série de TV criada por Ian Abrams e Vik Rubenfeld, apresentada originalmente entre 1996 e 2000, pela rede CBS, nos Estados Unidos, num total de 90 episódios, de 42 minutos aproximadamente cada, distribuídos em quatro temporadas. No Brasil, foi apresentada pelo canal Sony (TV por assinatura) e também pela Rede Record (TV aberta).


SINOPSEGary Hobson (Kyle Chandler)  era um corretor da Strauss & Associates, casado e feliz com a vida que tinha. Isso, até que ele é expulso de casa pela esposa Marcia (Rya Kihlstedt) e perde o emprego, sendo obrigado a morar em um hotel de Chicago.
A partir daí, todas as manhãs, Gary recebe a edição do jornal Chicago Sun Times em sua porta, onde um gato está sempre ao lado. O grande diferencial é que este jornal é do dia seguinte. Com estas informações em mãos, ele tenta impedir que acontecimentos trágicos ocorram às pessoas de Chicago, além de também aproveitar para resolver pequenos problemas de sua própria vida. Gary recebe as ajudas do seu melhor amigo Chuck Fishman (Fisher Stevens), que sempre tenta obter vantagens financeiras com as informações do jornal, e da secretária de Gary, a deficiente visual Marissa Clark (Shanesia Davis-Williams).

O grande mistério da trama era COMO e PORQUE o jornal de amanhã era enviado para Hobson todas as manhãs? Bem, isso nunca foi bem explicado. O que a série revela, é que um jornalista chamado Lucios Snow também recebia o jornal de amanha para ajudar as pessoas, e que certa vez ele evitou que Gary morresse quando ainda era uma criança de 11 anos. Então, na trama fica compreendido que o jornal é passado de pessoa para pessoa, de tempos em tempos para que o "escolhido" possa continuar a ajudar a vida as pessoas.

"Eu recebo o jornal de amanhã... hoje! eu salvo a vida das pessoas! isso é o que faço!", lema de Gary Hobson.

CURIOSIDADES: 
  • A série explorou quase toda a extensão da cidade de Chicago ao longo das 4 temporadas, levando Gary a praticamente todos os locais da cidade.
  • A série recebeu duas indicações ao Emmy em 1997 e foi premiado com o Saturn Award, oferecido pela Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films e ainda em 2000 foi agraciado com o prêmio Young Artist Award. 
  • A série sempre termina com uma reflexão sobre o acontecimento passado e o aprendizado que ela nos traz, sempre na voz de Chuck Fishman, que começa e termina o espetáculo
LEIA TAMBÉM: Falando em Série; DURO NA QUEDA (1981/1986)

Gostou da postagem?
Então junte-se a nós! Curta nosso blognossa página e nosso grupo
Junte-se a família "Memória Magazine", inteiramente dedicada a relembrar coisas boas e curiosas do passado. Ajudando alguns a reviverem boas lembranças e outros a conhecer a origem do que se ve hoje nos quadrinhos, nas animações e nos filmes...

4 comentários:

  1. Tanta coisa sai em DVD. Seria ótimo se lançassem estas séries antigas

    ResponderExcluir
  2. Sim, seria interessante. Mas, confesso que com as facilidades de acesso oferecidas pela internet, hoje em dia não compro mais DVDs.

    ResponderExcluir
  3. Era uma ótima série!! Deixou saudade.

    ResponderExcluir
  4. Show de bolsa... Nostálgico lembrar de ver isso na record

    ResponderExcluir

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.