MEL BROOKS - um dos 'pais' do "Agente 86"



Mel Brooks, nascido Melvin Kaminsky, é musico, comediante, roteirista, ator e diretor. Talvez, muitos não ouçam mais falar sobre ele, mas seu nome era sinônimo de comédias, em especial paródias. E a chance de você já ter visto algum de seus filmes, nas sessões da tarde da vida, ou nos “cinemas de classe”, é enorme.
Mel iniciou sua carreira como substituto de um comediante de stand-up, que ficara doente. Sua oportunidade como roteirista apareceu na TV em 1965, quando junto a Buck Henry, criou a série "GET SMART", conhecida aqui no Brasil como "O Agente 86". 


Naturalmente com uma serie de sucesso reconhecida, migrou para o cinema, e seu primeiro filme foi “The Producers”, em 1968 (no Brasil o filme se chamou “Primavera para Hitler”, que era o nome da peça dentro do filme). O filme não teve uma boa recepção pelo publico, mas ainda assim garantiu uma peça para a Broadway e uma refilmagem em 2005. A partir daí, Mel Brooks se especializou em fazer parodias, e de diversos gêneros. 

O 'Estilo" de Mel...

Por exemplo no suspense, ele pegou clássicos de Hitchcock, como Psicose, Um corpo que cai, Janela Indiscreta, e fez a parodia "ALTA ANSIEDADE".




No gênero terror, ele fez "JOVEM FRANKSTEIN", que é um filme que particularmente gosto muito e que tem cenas impagáveis. Ainda no gênero terror, ele parodiou o Príncipe das trevas em: "DRACULA – MORTO, MAS FELIZ" (não é um de seus melhores filmes).





No gênero musical, ele produziu o já citado "The Producers - Primavera para Hitler".



No gênero épicos bíblicos, ele produziu A "HISTORIA DO MUNDO – PARTE 1" (infelizmente ficou só neste).



No gênero western, tivemos "BANZÉ NO OESTE" .


No gênero aventura/capa espada, fez "A LOUCA LOUCA HISTORIA DE ROBIN HOOD".



No gênero ficção, temos "SOS TEM UM LOUCO NO ESPAÇO", que não poupa 'Star Wars', 'O Planeta dos Macacos', e 'ALIENS'.



No gênero cinema mudo, ele nos deu "A ULTIMA LOUCURA DE MEL BROOKS (Silent Movie)".



E finalmente no gênero drama, ele nos deu "QUE DROGA DE VIDA!".


Brooks também colaborou em diversos filmes e animações...

Curiosidades...


Em 1980, foi lançado um longa que tentava trazer para as telonas o sucesso da TV de Maxwell Smart. O filme se chamava "A BOMBA QUE DESNUDA", mas este filme não tem a participação nem de Mel Brooks e nem de Buck Henry em sua concepção.



Maxwell Smart voltaria a aparecer e desta vez com sucesso em 2008, no filme "O AGENTE 86" (que tem cenas inesquecíveis: Smart tentando se livrar da camisa de força no banheiro do avião. Smart dançando com a garota "cheinha" em desafio ao vilão. Smart passando pela grade de lasers que protegiam um cofre, e outras......)



'Easter Eggs'

Junto á nossa matéria vão alguns links com filmes de Mel Brooks e também com o episódio piloto de "Agente 86", basta verificar os nomes com letras de cor diferente...







Gostou da postagem?

Então junte-se a nós! Curta nosso blognossa página e nosso grupo
Junte-se a família "Memória Magazine", inteiramente dedicada a relembrar coisas boas e curiosas do passado. Ajudando alguns a reviverem boas lembranças e outros a conhecer a origem do que se ve hoje nos quadrinhos, nas animações e nos filmes...


4 comentários:

  1. Maioria destes filmes são ótimos, que ainda não viu, recomendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como pessoa totalmente imparcial, concordo plenamente!

      Excluir
  2. Não sou tão fã de suas paródias, mas duas de que assisti há algum tempo e gostei bastante, foram "Alta Ansiedade" e "O Jovem Frankenstein". "Drácula -Morto mas Feliz" tem algumas cenas muito legais, mas lembro muito pouco. "The producers" e "Que Droga de Vida" me chamaram a atenção. Agradeço pelos links dos filmes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa agradecer. de fato os dois primeiros que voce falou são os melhores. Depois deles 'Banzé no Oeste' vale a pena....

      Excluir

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.