FAN FILM: CHAPULIN COLORADO (2012)


O FAN FILM da vez é o inesperado curta de quase 5 minutos do famoso CHAPOLIN COLORADO, personagem criado e interpretado pelo ator e escritor Roberto Gómez Bolaños, cuja série parodiava com bom humor e grande inocência os famosos heróis norte-americanos. A popularidade do herói mexicano foi tanta que o personagem acabou sendo vendido a DC Comics do México em 1975.

Chapulin Colorado é uma produção de 2012, dirigida, escrita e estrelada por Pedro Flores, da IgualATres. Alejandro Treviño faz o vilão Don Paquito, enquanto Tremaine Hayhoe, Sal Alvarez, Nicholas Guzman e Kevin Keator Martin Molina interpretam os ninjas.
Claro que a ideia de vermos outro ator interpretando o Chapolin desagrada, mas logo descobrimos que se trata do filho do Chapolin Colorado. E, para este novo herói, os vilões são gangsteres e mafiosos perigosos, bem diferentes do Racha Cuca e Tripa Seca. O personagem nos é apresentado ao estilo “Cavaleiro das Trevas”. O jeito que os bandidos arrastam o Chapolin amarrado, a forma de andar do ator, a abordagem atualizada do poder da marreta biônica, o desaparecimento ninja, tudo isso remete imediatamente ao seriado clássico. Destaque para versão remixada da música original da abertura mexicana de Chapolin.




CURIOSIDADES:
Na ocasião da primeira confecção do uniforme, só havia quatro cores de tecido na emissora: azul, preto, branco e vermelho. Preto não era interessante porque, para Chespirito, dava a impressão de luto. Branco também era ruim para a televisão, por ser uma cor muito clara, que refletia no vídeo analógico da época. Azul inviabilizava o uso do chroma key, recurso que Chespirito planejava usar. Optou-se, então, pelo vermelho, não porque contivesse algum significado especial, mas por simples eliminação. E surgiu o "colorado" do nome do personagem. Bolaños até chegou a cogitar o nome "El Chapulín Justiciero", mas logo percebeu a carga moral que esse nome trazia. Como a intenção não era política e sim cômica, "Colorado" foi o escolhido.
No México, há uma espécie de gafanhoto vermelho conhecido como chapulín, que é usado na alimentação. A palavra chapulín vem do náuatle, língua dos astecas, e significa grilo, gafanhoto. Em se tratando de super-heróis, é comum que tenham estampada em seus uniformes a primeira letra de seus nomes, mas Chapolin tem duas: (CH). Entretanto, no alfabeto espanhol, o dígrafo CH foi considerado (até 1994)[3] como uma única letra ("che", pronunciada tʃe), mesmo que seja escrita com dois caracteres. Os nomes de todos os personagens de Roberto Gómez Bolaños começam com "CH".
É um herói "sem dinheiro, sem recursos, sem inventos sensacionais, débil e tonto". O personagem surgiu em um momento de grande visibilidade para a América Latina. A estreia da série, foi em 1970, ano da Copa do Mundo de Futebol, realizada no México. E, logo após a Olimpíada, sediada também na capital mexicana em 1968, a região foi palco de movimentos estudantis em protesto à Guerra Fria, disputa ideológica, militar e espacial, entre Estados Unidos e União Soviética. A influência estrangeira nos países latinos foi tema recorrente em "El Chapulín Colorado".

BONUS: 
Em 2016, O youtuber Gusta Stockler, do canal Nomegusta, produziu um "trailer" para um suposto filme do Chapolin Colorado. No trailer, Stockler interpreta um rapaz comum que após encontrar a "Marreta Biônica" em sua porta, descobre ter super-poderes. Com uma dublagem ao estilo "sessão da tarde", o vídeo, de quatro minutos, mostra o Chapolin se apaixonando por Francisca, interpretada por Kéfera. "Mas pode me chamar de Chiquinha", diz ela, brincando com os cabelos presos no penteado icônico da personagem.


FICHA TECNICA:

Direção: Gusta Stockler
Produzido por: Marcos de souza, Rick petelin, Carlos kozera, Gustavo Guedes
Roteiro: Gusta Stockler, Marcos de souza, Rick petelin, Carlos kozera, Gustavo Guedes
Edição/VFX: Guilherme Xopper
Edição e finalização: Gusta Stockler
Produção Executiva: Nathalie
Diretor de Fotografia: Gustavo Stockler, Gustavo Guedes
Montagem: Gustavo Stockler
Direção de Arte: Marcos de Souza
Som Direto: Rick Petelin, Carlos kozera, Marcos de Souza
Making Of: Rick Petelin, Carlos kozera, Marcos de Souza
Figurino: Gusta Stockler
Casting: Carlos Kozera
ELENCO: Lincon – Gustavo Stockler

2 comentários:

Imagens de tema por graphixel. Tecnologia do Blogger.